Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 31, 2013

PARA VOAR EH SÓ SENTAR.

Estava em uma larga rua, onde no local que seria o passeio, havia uma espécie de cômodos feitos de madeira. Eles eram fechados por cima e nas laterais, mas na frente e costas eram abertos. Passando por estes cômodos vi que algumas pessoas estavam sentadas em um deles e fazendo gestos de quem dirigi um carro. Fiquei olhando aquelas pessoas fazerem isto quando estas pessoas fecharam os olhos e do jeito que estavam, sentadas, saíram voando rapidamente. Elas voavam como se estivessem sentadas e dirigindo um carro. Voavam passando por aqueles cômodos até o final da rua. Depois estas pessoas atravessaram a rua e foram fazer o mesmo. Fui ver como elas conseguiam voar. Elas ficaram de olhos fechados, sentadas e simulando estar dirigindo um carro, mas não conseguiam sair voando. Nisto chegou um homem mandando que aquelas pessoas se concentrassem mais para poderem sair voando. Sai dali dizendo que eu conseguia voar sem precisar de nada daquilo que faziam.

A FORMIGA NÚMERO DEZ

Estava em um quarto grande, que seria de um hotel. Havia uma pessoa comigo neste quarto. Olhei para o chão e vi algumas formigas pequenas andando por ali, Nisto vi uma formiga grande, pouco menor que uma tanajura. Esta formiga era amarela e tinha o formato do número dez. Esta formiga andava lentamente. Quando vi este formiga, pisei em cima dela. Nisto ela mudou a forma para o número nove e ficou um pouco mais rápida. Pisei novamente e ela mudou a forma para o número oito e ficou mais rápida ainda. Fui pisando nela e ela sempre mudava a forma para um número menor e ficava mais rápida. Quando ela ficou na forma do número um, ficou muito rápida e eu não conseguia pisar nesta formiga, que passou por debaixo da porta e desapareceu.