Rio por cima de Rio (Conheça a Wasserstraßenkreuz) na Alemanha - Uma grande atração turística



Esta ponte navegável ficou tão famosa que eh uma grande atração turística. Eh incrível.
Já imaginou um rio passando por cima de outro? Pois é, esse tipo de canal é raro de ser encontrado no mundo. A Wasserstraßenkreuz foi inaugurada em 2003 e é o maior canal navegável da Europa, na Alemanha, sobre o Rio Elba.



Une a rede de canais da ex-Alemanha Oriental com a da Alemanha Ocidental, como parte do projeto de reunificação de ambas desde a queda do muro de Berlin.
PONTES NAVEGÁVEIS SÃO CONSTRUÇÕES RARAS DE SE ENCONTRAR NO MUNDO – O QUE JÁ FAZ DE QUALQUER UMA ATRAÇÃO IMEDIATA. SE ESTIVERMOS FALANDO DA MAIOR DO PLANETA ENTÃO, O ENCANTO SE MULTIPLICA.
LOCALIZADA NA ALEMANHA, A WASSERSTRAßENKREUZ POSSUI A ESTRUTURA DE UM AQUEDUTO – COMO O DA LAPA, NO RIO DE JANEIRO -, MAS FOI PROJETADA PARA SER CRUZADA POR GRANDES EMBARCAÇÕES.
INAUGURADA EM 2003, E MEDINDO UM TOTAL DE 920 METROS DE COMPRIMENTO, A MAIOR PONTE NAVEGÁVEL JÁ FEITA PELO HOMEM CONECTA DOIS CANAIS – O ELBE-HAVEL E O MITTELLAND – AO PASSAR POR CIMA DO RIO ELBA, UM DOS MAIS IMPORTANTES DA EUROPA, PRÓXIMO À CIDADE DE MAGDEBURG.
CENTENÁRIOS, OS CANAIS ERAM LIGADOS ANTIGAMENTE POR UMA PASSAGEM COMPLICADA, QUE SE ESTENDIA POR 12 KM.



POR CONTA DISSO, O PLANEJAMENTO PARA CONECTÁ-LOS COMEÇOU HÁ QUASE UM SÉCULO, MAIS PRECISAMENTE EM 1919. AS OBRAS CHEGARAM A SER INICIADAS EM 1938, MAS TIVERAM DE SER INTERROMPIDAS POR CONTA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.
SOMENTE APÓS A REUNIFICAÇÃO DA ALEMANHA, A CONSTRUÇÃO PÔDE SER EFETIVAMENTE RETOMADA. A UM CUSTO DE 500 MILHÕES DE EUROS, ELA COMEÇOU EM 1997, E CONSUMIU IMPRESSIONANTES 24.000 TONELADAS DE AÇO E 68.000 M³ DE CONCRETO.

O INVESTIMENTO VALEU A PENA: A MODERNA CONEXÃO DOS CANAIS REPRESENTA UMA ECONOMIA ANUAL DE BILHÕES DE EUROS PARA A ALEMANHA, UMA VEZ QUE É POR ESTA VIA QUE O PORTO FLUVIAL DE BERLIM LIGA-SE AO RENO, MAIS IMPORTANTE RIO DE TODA EUROPA.






DANKE FÜR IHREN BESUCH - KOMMEN OFT ZURÜCK



Conheça o estado de Goiás 



Um comentário:

TORNANDO A VIDA POSSÍVEL