Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 14, 2012

ENCHETE EM PAINS / MG

VEJA O VÍDEO QUE FIZ DOS CAMINHÕES ATRAVESSANDO A RODOVIA ALAGADA - CLIK AQUI

RIO TRANSBORDOU E INUNDOU A RODOVIA DE ACESSO A CIDADE DE PAINS NO CENTRO OESTE DAS MINAS GERAIS.

TODA ÁREA FICOU INUNDADA.

MUITAS INDUSTRIAS DA REGIÃO DE PAINS/MG, FICOU COM ÁGUA EM SUAS RESERVAS DE MADEIRA.


O PESSOAL ATRAVESSA COMO PODE. PENDURADO NOS CAMINHÕES


HA DUAS PESSOAS ENTRE A CABINE E A CARROCERIA
(todas as imagens são propriedade de Thymonthy Becker)

RODOVIA INTERDITADA

A RODOVIA BR-494, NO TRECHO DO TREVO DE CLÁUDIO/MG E CARMO DA MATA/MG, NO CENTRO OESTE MINEIRO, ESTA INTERDITADA.

O MOTIVO FOI A CRATERA QUE ABRIU NA BR, A 5 KM DA CIDADE DE CARMO DA MATA.

O BURACO COM APROXIMADAMENTE 6 METROS DE COMPRIMENTO POR 4 DE LARGURA E SEIS DE PROFUNDIDADE, OCUPOU PRATICAMENTE A METADE DAS TRÊS PISTAS QUE TEM O LOCAL.

O BURACO SE ESTENDEU POR BAIXO DA OUTRA PISTA, TORNANDO IMPOSSÍVEL O TRAFEGO NO LOCAL.
FORAM CORTADOS E COLOCADOS SOBRE A PISTA, ÁRVORES DE EUCALIPTOS, PARA IMPEDIR QUE OS DESAVISADOS PUDESSEM PASSAR POR ALI.

A CRATERA SE ABRIU, NA PASSAGEM DE UM CAMINHÃO.
O CAMINHONEIRO NADA SOFREU, ALÉM DO SUSTO.

QUEM VIER PELA BR 494 NO SENTIDO CARMO DA MATA/MG, OLIVEIRA/MG OU BR 381, DEVERÁ SEGUIR PARA A CIDADE DE CLÁUDIO/MG, DEPOIS BR 381 E VOLTA PARA A CIDADE DE OLIVEIRA/MG E POSTERIORMENTE CARMO DA MATA/MG.

NA TRILHA A NOITE SEGUINDO PROCISSÃO

Estava indo por uma trilha, em uma mata meio fechada. Era noite, mas já estava por amanhecer. Seguia com muitas pessoas, o que seria uma procissão. Fomos por esta mata, subindo um morro. Lá em cima, no final desta procissão, havia uma igreja, aonde as pessoas iam se aglomerando. Chegando lá, eu precisava voltar. Mas como ainda não tinha amanhecido fiquei na duvida se deveria voltar pela trilha que viemos ou por uma estrada que tinha no pé do morro e contornava todo ele. Só que esta estrada, tornava o caminho mais longo. Como já estava por amanhecer, decidi ir pela trilha que havia vindo. Fui indo embora, com muito medo, pois estava sozinho. Depois de andar um pouco, cheguei a uma casa. Entrei ali rapidamente, com medo do que poderia ter naquele mato. Dentro da casa não havia nenhum móvel. Fiquei ali, pensando em dormir, mas temia que alguém pudesse entrar ali com eu dormindo. Decidi ir embora então. Continuei na trilha e o dia começou a amanhecer e eu já não tinha mais m…