Pular para o conteúdo principal

EMBU DAS ARTES / SP - UMA CIDADE DE MESTRES DAS ARTES

--> --> SEJA BEM VINDO A BELA CIDADE DE EMBU DAS ARTES.
AQUI PODEMOS VER MESTRES EXPONDO SUAS ARTES NA PRAÇA
imagem - Wikipédia
EMBU DAS ARTES TEM 240,230 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM EMBU DAS ARTES EH: EMBUENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 18 DE FEVEREIRO E FOI EMANCIPADA EM 1.959
ORIGEM DO NOME
M'BOY QUE TUPI SIGNIFICA COBRA ORIGINOU A CORRUPTELA EMBÚ, ASSIM DENOMINADO A ALDEIA QUE, SEGUNDO VERSÃO POPULAR, SURGIU DEVIDO A QUANTIDADE DE COBRAS EXISTENTES.
HISTÓRIA
A ALDEIA DO M'BOY, “COBRA GRANDE” EM TUPI-GUARANI, SURGIU ENTRE 1555 E 1559. EM 1624, O CASAL FERNÃO DIAS E CATARINA CAMACHO DOOU AS TERRAS DO LUGAREJO À COMPANHIA DE JESUS, COM A CONDIÇÃO DE QUE OS JESUÍTAS DEVOTASSEM A NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO E ORGANIZASSEM UMA FESTA DE ADORAÇÃO À SANTA CRUZ. NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XVII, O JESUÍTA BELCHIOR DE PONTES COMANDOU A CONSTRUÇÃO DA IGREJA E RESIDÊNCIA, QUE ATUALMENTE É O MUSEU DE ARTE SACRA, NO CENTRO HISTÓRICO DA CIDADE.
A CONSTRUÇÃO DO CONVENTO, ANEXO À CAPELA FOI INICIADA EM 1740 PELO PADRE DOMINGOS MACHADO. NA ÉPOCA, FORAM REUNIDOS NO ALDEAMENTO VÁRIOS PADRES ARTISTAS QUE ELABORARAM OS TRABALHOS DE DECORAÇÃO DA MESMA. AS VERBAS NECESSÁRIAS ÀS DOURADURAS DOS ENTALHES DAS PAREDES DE MADEIRAS E GRANDE NÚMERO DE IMAGENS, FORAM POSSIBILITADAS PELA VENDA DO ALGODÃO QUE CULTIVAVAM EM GRANDE ESCALA.   

A DIFICULDADE DE COMUNICAÇÃO NÃO PERMITIU O RÁPIDO DESENVOLVIMENTO DO POVOADO. SOMENTE NO FINAL DO SÉCULO XIX, A CÚRIA DIOCESANA DE SÃO PAULO CONTRATOU O ENGENHEIRO HENRIQUE BOCOLINI PARA DEMARCAÇÃO DO PATRIMÔNIO; O QUAL, RECONHECENDO OS VALORES ARTÍSTICOS DA CAPELA E DO CONVENTO, REALIZOU AS PRIMEIRAS OBRAS DE APOIO À CONSERVAÇÃO DAS CONSTRUÇÕES.
SUAS TERRAS, NO ENTANTO, ERAM IMPRÓPRIAS PARA A CAFEICULTURA. PRINCIPAL ATIVIDADE ECONÔMICA DA ÉPOCA. ASSIM, EMBÚ ENTROU NOUTRO PERÍODO DE RETRAÇÃO QUE DUROU ATÉ MEADOS DO SÉCULO XX, QUANDO A CAPELA E CONVENTO FORAM TOMBADOS PELO ESTADO QUE PROCEDEU ÀS DEVIDAS RESTAURAÇÕES. A PARTIR DISSO, A COMUNIDADE LOCAL, LIDERADA POR ANNIS NEME BASSITH, COMEÇOU A DESENVOLVER AS ATIVIDADES ARTÍSTICAS, EXPLORANDO O TURISMO COMO FONTE DE RENDA DO MUNICÍPIO, CRIADO EM 1959.
AQUI TEMOS O MEMORIAL SAKAI
imagem - PMEDA
O MEMORIAL SAKAI DO EMBU, INAUGURADO EM 2003, TEM EM SEU ACERVO PEÇAS DO ARTISTA TADAKIYO SAKAI, UM DOS MAIORES TERRACOTISTAS DO PAÍS. O CONJUNTO ARQUITETÔNICO INCLUI A CAPELA DE SANTA CRUZ, INAUGURADA EM 2008, O CRUZEIRO DA PAZ E UM PÁTIO ONDE SÃO REALIZADOS EVENTOS. ALÉM DE UMA AMPLA GALERIA DE PEÇAS DE SAKAI E DE OUTROS ARTISTAS, O MUSEU CONTÉM ESCOLA DE TERRACOTA, COM CURSOS REGULARES E OFICINAS GRATUITOS.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
CAPELA DE SANTA CRUZ
INAUGURADA EM 2008 A CAPELA DE SANTA CRUZ TEM 50 M². POSSUI NO ALTAR UMA CRUZ DE MADEIRA LADEADA POR DOIS ANJOS DE TERRACOTA COM SUAS VIOLAS, DE AUTORIA DE HELAINE MALCA. A DECORAÇÃO DA CAPELA FOI FEITA PELO ARTISTA PLÁSTICO JOSÉ LUIZ ALEMÃN.
imagem - PMEDA
INTERIOR DA CAPELA DE SANTA CRUZ
imagem - PMEDA
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO
imagem - Wikipédia
CAPELA DE SÃO LÁZARO
CAPELA CONSTRUÍDA EM 1934 PELA COMUNIDADE EMBUENSE, ESTILIZADA EM 1969 PARA FICAR EM HARMONIA COM A ARQUITETURA COLONIAL DO CONJUNTO JESUÍTICO. O PRINCIPAL ATRATIVO É A IMAGEM DE SÃO LÁZARO, DE AUTORIA DO ARTISTA CÁSSIO M'BOY, E O SANTO CRISTO, ENTALHADO POR ZÉ SANTEIRO.
imagem - Enio Prado
INTERIOR DA CAPELA DE SÃO LÁZARO
imagem - PMEDA
ENTRADA DA CAPELA DE SÃO LÁZARO
imagem - PMEDA
CASA TÍPICA DA CIDADE
imagem - Wikipédia
CENTRO HISTÓRICO
A ARTE SEMPRE FEZ PARTE DA VIDA EM EMBU DAS ARTES. OS PADRES JESUÍTAS QUE COLONIZARAM A ANTIGA ALDEIA DE M'BOY JÁ SE EXPRESSAVAM PELA ARTE, NAS PINTURAS E ESCULTURAS QUE USAVAM PARA CATEQUIZAR OS ÍNDIOS. UMA MOSTRA DESSE LEGADO ESTÁ NO MUSEU JESUÍTA DE ARTE SACRA, CONSTRUÍDO ENTRE OS SÉCULOS 17 E 18.
CAMINHANDO PELAS RUAS DE PARALELEPÍPEDO É POSSÍVEL PERCEBER QUE ESSE CARÁTER HISTÓRICO, LEGITIMAMENTE BRASILEIRO, FOI SE CONSOLIDANDO COM O PASSAR DO TEMPO, ATÉ QUE AQUI SE INSTALOU O MOVIMENTO ARTÍSTICO, NO INÍCIO DA DÉCADA DE 1960.
A ESTÂNCIA TURÍSTICA DE EMBU REPRESENTA UM IMPORTANTE RECANTO DA REGIÃO DA GRANDE SÃO PAULO, DEDICADO À PRESERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS, POIS ABRIGA MANANCIAIS NA MAIOR PARTE DO TERRITÓRIO. QUEM VISITA A CIDADE TEM MUITO MAIS DO QUE UM LUGAR AGRADÁVEL PARA PASSEAR NO FIM DE SEMANA, COM BOM CLIMA E ATRATIVOS DA CULINÁRIA DE NORTE A SUL DO BRAZIL.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
GALERIAS DE ARTE
imagem - GRGM
imagem - GRGM
PARQUE DO LAGO FRANCISCO RIZZO
COM MAIS DE 217 MIL METROS QUADRADOS, A ANTIGA ÁREA DE EXTRAÇÃO DE AREIA DEU LUGAR A UM ESPAÇO VERDE E A UM GRANDE LAGO DE 56.000 M², POVOADO POR DEZENAS DE ESPÉCIES DE PEIXES. POSSUI PISTAS DE COOPER, BRINQUEDOTECA, BIBLIOTECA SOBRE MEIO AMBIENTE E VIVEIRO DE MUDAS, QUE OFERECE VARIEDADE DE PLANTAS E ÁRVORES, ALGUMAS NATIVAS DA REGIÃO, PARA RETIRADA E PLANTIO.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
O TRADICIONAL CORETO DA PRAÇA
imagem - GRGM
FONTE DOS JESUÍTAS
LOCALIZADA NO CENTRO DE EMBU DAS ARTES, A FONTE DOS JESUÍTAS, DESCOBERTA EM 1944, É UMA DAS MAIS ANTIGAS DO BRAZIL. É ABERTA AOS VISITANTES DE SEGUNDA A SÁBADO, DAS 8 ÀS 17H. A SOCIEDADE ECOLÓGICA AMIGOS DE EMBU COORDENA PASSEIOS DE DUAS HORAS E MEIA, DAS 8H30 ÀS 11H E DAS 13H30 ÀS 16H, PARA GRUPOS, COM PERCURSO POR TRILHA, INFORMAÇÕES SOBRE ECOLOGIA E OFICINA. A ENTRADA É GRATUITA PARA VISITAS DIÁRIAS E GRUPOS DE ESCOLAS PÚBLICAS.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
ARTE NA PRAÇA
imagem - GRGM
CENTRO CULTURAL MESTRE ASSIS DE EMBU
OFERECE AO PÚBLICO, GRATUITAMENTE, ACESSO À ARTE, À CULTURA E AO CONHECIMENTO. HÁ TRÊS SALAS PARA EXPOSIÇÕES (JOSEFINA AZTECA, ANA MOYSÉS E JALDO JONES), E O AUDITÓRIO CÁSSIO M'BOY, COM CAPACIDADE PARA 150 PESSOAS, DESTINADO A PALESTRAS, RECITAIS, ESPETÁCULOS MUSICAIS E TEATRAIS.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
TRILHA PARA A FONTE
imagem - PMEDA
FEIRA DE ARTESANATO
EM 1920, EMBU RECEBEU UM DE SEUS MAIORES EXPOENTES, O PINTOR CÁSSIO M´BOY. NOS ANOS SEGUINTES, MAIS ARTISTAS CHEGARAM À CIDADE: ASSIS DO EMBU, MESTRES SAKAI E GAMA, SOLANO TRINDADE E ANA MOYSÉS, ENTRE VÁRIOS OUTROS. ELES AJUDARAM A FUNDAR, EM 1969, A FEIRA DE EMBU DAS ARTES, CONHECIDA NACIONAL E INTERNACIONALMENTE.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
MUSEU DO ÍNDIO
PLANEJADO PELO ARTISTA PLÁSTICO, PESQUISADOR DA CULTURA INDÍGENA E ESCRITOR, WALDE-MAR DE ANDRADE E SILVA. TRATA-SE DE UM ESPAÇO DE PESQUISA E DEBATE DE TEMAS RELACIONADOS ÀS QUESTÕES INDÍGENAS – GRUPOS ÉTNICOS, COSTUMES, HÁBITOS ALIMENTARES, ARTE (PLÁSTICA, MUSICAL, DANÇA, ORATÓRIA E ORNAMENTAL), IDIOMAS, CRENÇAS, RITUAIS, VIDA COMUNITÁRIA E RELAÇÃO COM A NATUREZA E MEIO AMBIENTE.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - Enio Prado
imagem - PMEDA
CONJUNTO JESUÍTICO / MUSEU DE ARTE SACRA
O CONJUNTO JESUÍTICO NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO É FORMADO PELA IGREJA E PELA ANTIGA RESIDÊNCIA DOS PADRES, CONJUGADAS NUMA MESMA EDIFICAÇÃO. O DESENHO DAS PORTAS E JANELAS CRIA UMA DELICADA MOVIMENTAÇÃO DA FACHADA. TRATA-SE DE UM DOS MAIS IMPORTANTES E PRESERVADOS REMANESCENTES DAS CONSTRUÇÕES JESUÍTAS EM SÃO PAULO, CARACTERIZADAS PELA SIMPLICIDADE DAS LINHAS RETAS. A IGREJA COMEÇOU A SER CONSTRUÍDA POR VOLTA DE 1700 PELO PADRE BELCHIOR DE PONTES EM SUBSTITUIÇÃO À ANTIGA CAPELA DA FAZENDA DE CATARINA CAMACHO SITUADA NÃO MUITO LONGE DALI, TAMBÉM DEDICADA A NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO. A NOVA IGREJA TERIA SUFICIENTE CAPACIDADE PARA QUE OS ÍNDIOS E VIZINHOS PUDESSEM COMODAMENTE OBSERVAR OS PRECEITOS A QUE ESTÃO OBRIGADOS, COMO REGISTROU O PADRE MANUEL DA FONSECA NO LIVRO 'A VIDA DO VENERÁVEL PADRE BELCHIOR DE PONTES'.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO
JÁ ESTÁ FUNCIONANDO A PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO EMBU DAS ARTES. INAUGURADA EM 24/9, ELA AMPLIA A INFRA-ESTRUTURA TURÍSTICA DA CIDADE, COM SERVIÇOS DE QUALIDADE, DENTRO DO PADRÃO EXIGIDO PARA A COMERCIALIZAÇÃO DE ALIMENTOS, AUMENTA A OFERTA DE TRABALHO E ABRE CAMINHO PARA Os EMPREENDEDORISMOS DE EXPOSITORES QUE SE TORNAM COMERCIANTES.
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
imagem - PMEDA
LADEIRA
imagem - ?
ARTES NO PASSEIO
imagem - Enio Prado
RUA
imagem - GRGM
QUADRO DE JOSEFINA AZTECA
imagem - PMEDA
PRAÇA
imagem - GRGM
ESTA EH A ABANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZIQUINHO, O POLVINHO DIFERENTE

NO FUNDO DE UM MAR BRAVIO, NO PORÃO DE UM NAVIO, QUE NAUFRAGOU POR LÁ.
DONA POLVA ESTÁ CONTENTE, SEU MARIDO IMPACIENTE, POIS SEUS FILHOS VÃO CHEGAR.

NAQUELE MESMO DIA, DURANTE UMA CALMARIA, DE UMA TARDE DE VERÃO.
NASCERAM OS POLVINHOS, QUE CHEGARAM DE MANSINHO, PARA ORGULHO DO PAIZÃO.

NASCERAM OS POLVINHOS, QUASE TODOS IGUAISZINHOS, SE NÃO FOSSE UM DOS IRMÃOS.
ENQUANTO SETE DOS POLVINHOS ERAM TODOS IGUAISZINHOS, UM SÓ ERAM BRANCÃO.

POR SER TÃO DIFERENTE, DERAM-LHE O NOME DE GENTE, ÀQUELE POLVINHO ENGRAÇADO.
POR SER TÃO BRANQUINHO, E BASTANTE MIUDINHO, DE ZIQUINHO FOI CHAMADO.

ENQUANTO TODA TURMINHA, VINHA PELA TARDINHA, E NO NAVIO BRINCAVA.
ZIQUINHO TRISTE SENTADO, SENTINDO-SE REJEITADO, NÃO SE CONFORMAVA.

MAS O SÁBIO PROFESSOR, QUE ENTENDIA TUDO DE COR, ERA UM GRANDE TUBARÃO.
PROCUROU POR ZIQUINHO, E LHE DISSE BEM BAIXINHO, TER ENCONTRADO A SOLUÇÃO.

“ZIQUINHO VOU LHE DIZER TUDO QUE TENS A FAZER, PARA PRETINHO FICAR”
“TOME CUIDADO COM A ARRAIA, NADE ATÉ UMA PRAIA E DEIXE O SOL TE QUE…

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

Estava numa estrada comprida e reta, cercada de mato em ambos os lados. Nisto veio um bicho em alta velocidade. Alguém gritou para sair da frente, porque o bicho era muito feroz. Então dei um pulo e ele passou rapidamente. Sai correndo atrás do bicho, tão rápido quanto ele ia. Depois o bicho mudou de direção, vindo correndo atrás de mim. Sai correndo velozmente, mas o bicho estava me alcançando. Então pensei que era só voar que ele não me pegaria. Dei um grande salto e sai voando. Nisto vi o bicho passando logo abaixo de mim. Via só a poeira que ele fazia. O bicho mesmo não via. Fiquei pensando que ainda bem que o tal bicho não voava, senão estaria perdido.

VIÇOSA / MG - CIDADE UNIVERSITÁRIA E JOVEM

SEJA BEM VINDO A CIDADE DE VIÇOSA. UMA CIDADE JOVEM E CULTA
foto - ?
VIÇOSA TEM UMA POPULAÇÃO É DE 72.244 HABITANTES, ALÉM DE UMA POPULAÇÃO FLUTUANTE DE APROXIMADAMENTE 20.000 PESSOAS, COMPOSTA PRINCIPALMENTE DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA E OUTRAS INSTITUIÇÕES. QUEM NASCE EM VIÇOSA EH: VIÇOSENSE HISTÓRIA
TRATA-SE DE UMA CIDADE ESSENCIALMENTE UNIVERSITÁRIA, COM DESTAQUE PARA A UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA, CONTA AINDA COM OUTRAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR PRIVADAS COMO ESUV, FDV, UNIVIÇOSA, UNOPAR, ACENTUANDO AINDA MAIS O CARÁTER EDUCACIONAL DA CIDADE. A HISTÓRIA DE VIÇOSA SE INICIA, PROPRIAMENTE, NO SÉCULO XIX. FOI EM 1800, SEGUNDO APONTAMENTOS ECLESIÁSTICOS QUE O PADRE FRANCISCO JOSÉ DA SILVA OBTEVE DO BISPADO DE MARIANA PERMISSÃO PARA ERIGIR UMA ERMIDA EM HOMENAGEM A SANTA RITA DE CÁSSIA, NA REGIÃO QUE HOJE ABRANGE O MUNICÍPIO. A CONSTRUÇÃO DA ERMIDA E A FERTILIDADE DAS TERRAS ATRAÍRAM HABITANTES DE MUNICÍPIOS VIZINHOS, PRINCIPALMENTE DE MARIANA, O…