CASTELO DE PILLNITZ / VARANDA DA EUROPA

O PEQUENO CASTELO DE PILLNITZ, QUE HOJE PERTENCE À CIDADE DE DRESDEN, NA ALEMANHA, IMPRESSIONA PELO CONJUNTO FORMADO PELA SUA LOCALIZAÇÃO ROMÂNTICA ENTRE O ELBA E OS VINHEDOS, UM PARQUE IDÍLICO E TRÊS EDIFICAÇÕES DE EXTREMA ORIGINALIDADE.
EM PILLNITZ, UM VILAREJO DA SAXÔNIA QUE É HOJE UM BAIRRO DE DRESDEN, O CASTELO E O PARQUE DE PILLNITZ FICAM DIRETAMENTE JUNTO AO ELBA. 
NO FINAL DO SÉCULO XVII, A PROPRIEDADE DE PILLNITZ FOI DADA AO PRÍNCIPE JOHANN GEORG IV EM TROCA DO CASTELO DE LICHTENWALD. 
APÓS A SÚBITA MORTE DO PRÍNCIPE, PILLNITZ FOI HERDADO POR SEU IRMÃO, FREDERICO AUGUSTO, QUE O PRESENTEOU À SUA AMANTE, ANNA CONSTANTINA VON COSEL, EM 1706. EM 1716, A CONDESSA DE COSEL CAIU EM DESGRAÇA E FOI BANIDA DA CORTE, DEIXANDO PILLNITZ NOVAMENTE EM POSSE DO PRÍNCIPE. 
NO LADO VOLTADO PARA O LADO SUPERIOR DO PARQUE, ESSE PALÁCIO À BEIRA DAS ÁGUAS É COMPLEMENTADO POR SEU IRMÃO, O "BERGPALAIS", OU "PALÁCIO DA MONTANHA". 
OS DOIS PALÁCIOS FORAM CONSTRUÍDOS EM UM MISTO DE BARROCO TARDIO E "CHINOISERIE", ESTIO INFLUENCIADO PELA ARTE CHINESA. OS DOIS PALÁCIOS COM CHARME ASIÁTICO FLANQUEIAM O NOVO PALÁCIO, CONSTRUÍDO PELO ARQUITETO CHRISTIAN FRIEDRICH SCHURICHT.










Comentários