FAROL DE ALEXANDRIA / O FAROL DE PTOLOMEU

O FAROL DE ALEXANDRIA (EM GREGO, ΦΆΡΟΣ ΤΗΣ ΛΕΞΑΝΔΡΕΊΑΣ)
ERA UMA TORRE CONSTRUÍDA EM 280 A.C. NA ILHA DE FAROS (UMA ILHA, HOJE UMA PENÍNSULA, SITUADA NA BAÍA DA CIDADE EGÍPCIA DE ALEXANDRIA E LIGADA POR MAR AO PORTO DESTA) PARA SERVIR COMO UM MARCO DE ENTRADA PARA O PORTO E POSTERIORMENTE, COMO UM FAROL.
CONSIDERADA UMA DAS MAIORES PRODUÇÕES DA TÉCNICA DA ANTIGÜIDADE, FOI CONSTRUÍDO PELO ARQUITETO E ENGENHEIRO GREGO SÓSTRATO DE CNIDO A MANDO DE PTOLOMEU.
SOBRE UMA BASE QUADRADA ERGUIA-SE A ESBELTA TORRE OCTOGONAL DE MÁRMORE, COM UMA ALTURA QUE VARIAVA ENTRE 115 E 150 METROS DE ALTURA, QUE POR MAIS DE CINCO SÉCULOS MANTEVE-SE ENTRE AS MAIS ALTAS ESTRUTURAS FEITAS PELO HOMEM. EM SEU INTERIOR ARDIA UMA CHAMA QUE, ATRAVÉS DE ESPELHOS, ILUMINAVA A UMA DISTÂNCIA DE ATÉ 50 QUILÔMETROS – DAÍ A GRANDE FAMA E IMPONÊNCIA DAQUELE FAROL, QUE FIZERAM-NO SER IDENTIFICADO COMO UMA DAS SETE MARAVILHAS DO MUNDO ANTIGO POR ANTÍPATRO DE SÍDON.

EM 1994, UM TIME DE ARQUEÓLOGOS E MERGULHADORES, UTILIZANDO UMA SÉRIE DE EQUIPAMENTOS SOFISTICADOS (LOCALIZADORES VIA SATÉLITE, MEDIDOR ELETRÔNICO DE DISTÂNCIA E ETC), ENCONTRARAM SOB AS ÁGUAS DE ALEXANDRIA GRANDES BLOCOS DE PEDRA E ESTÁTUAS DO FAROL.

fonte - Wikipédia

Comentários