Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 30, 2010

Postagem em destaque

A "IRLANDA" RICA, CULTURAL E BELA EH O DESTINO PREFERIDO DOS INTERCAMBISTAS BRASILEIROS QUE LÁ SE SURPREENDEM

LINHA DO TEMPO DA "IRLANDA" / WORLD 
O Castelo de Dublin, localizado na capital, foi a sede do governo britânico até a década de 1920. Hoje, é um dos grandes pontos turísticos da cidade, além de abrigar conferências Estado soberano da Europa que ocupa cerca de cinco sextos da ilha homônima. É uma república constitucional governada como uma democracia parlamentar, com um presidente eleito para servir como chefe de Estado. Considerada um país desenvolvido, a Irlanda tem o décimo primeiro maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo, além de ótimas classificações em índices que medem o grau de democracia e liberdades como a de imprensa, econômica e política. Além da União Europeia (UE), a Irlanda também é membro do Conselho da Europa, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), da Organização Mundial do Comércio (OMC) e da Organização das Nações Unidas (ONU). Sua capital é Dublin e sua população é estimada em 4,58 milhões de habitantes. A "…

FUGINDO DA MULHER QUE ARRASTAVA A PERNA / fleeing the woman who dragged his leg

Era noite. Estava numa casa, onde havia muita gente. Parecia ser uma festa. Nisto veio um homem com um garfo e faca, e um prato contendo verduras, me entregando, para eu comer. Eu dizia que não queria. Mas ele ficava insistindo. Então disse que não gostava de verduras de jeito nenhum. Sai dali, indo embora. A rua era bem estreita e esta casa estava próxima a uma esquina. Virei à esquina e vi uma mulher, vestida como uma mendiga, falava alguma coisa que eu não entendia. Começou a vir na minha direção. Acelerei o passo, fugindo da tal mulher. Esta rua em que entrei, também era estreita e tinha calçamento. Uns 10 metros à frente, ela tinha uma pequena subida. Andando rapidamente, cheguei nesta subida. Havia ali uma casa, cuja porta e janela da frente, ficavam rente a rua. A janela, que era de vidro e de correr, estava com meia banda aberta. Peguei a chave e fui tentando abrir a porta. A chave não abria. Peguei a outra e fui tentar abrir, sempre olhando para a tal mulher, que se aproximav…