Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 10, 2010

Postagem em destaque

A "IRLANDA" RICA, CULTURAL E BELA EH O DESTINO PREFERIDO DOS INTERCAMBISTAS BRASILEIROS QUE LÁ SE SURPREENDEM

LINHA DO TEMPO DA "IRLANDA" / WORLD 
O Castelo de Dublin, localizado na capital, foi a sede do governo britânico até a década de 1920. Hoje, é um dos grandes pontos turísticos da cidade, além de abrigar conferências Estado soberano da Europa que ocupa cerca de cinco sextos da ilha homônima. É uma república constitucional governada como uma democracia parlamentar, com um presidente eleito para servir como chefe de Estado. Considerada um país desenvolvido, a Irlanda tem o décimo primeiro maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo, além de ótimas classificações em índices que medem o grau de democracia e liberdades como a de imprensa, econômica e política. Além da União Europeia (UE), a Irlanda também é membro do Conselho da Europa, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), da Organização Mundial do Comércio (OMC) e da Organização das Nações Unidas (ONU). Sua capital é Dublin e sua população é estimada em 4,58 milhões de habitantes. A "…

O TOQUE DA PAZ

ESTAVA CAMINHANDO POR UMA BONITA MATA. ERA UMA ESTRADINHA QUE PARECIA CASMINHO DE VACA. HAVIA ÁROVRES ALTAS EM AMBOS OS LADOS. NISTO, UM FEIXE DE LUZ QUE PASSOU POR ENTRE ELAS, TOCOU MEU ROSTO. TIVE A SENSSAÇÃO DE TER SIDO TOCADO PELA PAZ. ME DEU UM SONO E PAREI DE ANDAR. DEITEI NO CHÃO, NA GRAMA DO CAMINHO E DORMI.

O CARRO NA OFICINA

Estava no quintal de uma casa, onde o terreno tinha uma ribanceira. Nisto chegou uma mulher dirigindo. Parou o carro e desceu do mesmo. Assim que ela saiu do carro, ele começou a descer ribanceira abaixo. Atravessou a rua e entrou no portão de uma oficina que tinha do outro lado. A tal mulher foi correndo atrás. Estava eu e mais três pessoas, que ficamos olhando aquela cena. Então perguntei se ninguém iria lá resolver o assunto para a tal mulher. Ninguém queria ir, dizendo que o dono da oficina era muito bravo. Então resolvi ir defender a tal mulher. Fui até a oficina e quando cheguei às pessoas que estavam ali, diziam que o carro tinha quebrado uma peça que iam usar na montagem do carro que estavam consertando. Perguntei se eles não tinham outra peça. Disseram que sim. Então disse que poderiam pegar a outra peça, porque o marido da tal mulher era rico e pagaria a peça nova. Saímos dali, eu a mulher e voltamos para tal casa, sem levar o carro.