GANHANDO 350 REAIS NO FAUSTÃO

Estava num cômodo de uma casa, onde havia um sofá, um homem ao lado deste sofá, em pé. Este sofá estava num canto desta sala, e no outro canto, estavam o Faustão e outro homem ao lado dele. Havia ali perto do Faustão, uma faixa marcada no chão. Em cima do sofá havia uma panela de pressão sem tampa e um frasco de Sorine (remédio para pingar no nariz). O Faustão então disse que a panela e o Sorine deveriam cruzar a linha de chegada, sozinhos. Eu acionei um botão que tinha em cima da panela e esta ficou tremendo e deslocando. Só que ela foi para o canto do sofá e depois parou. Então veio um homem e deitou no sofá. O Faustão então disse que eu tinha 20 segundos para fazer a panela e Sorine cruzarem a linha de chegada. Disse que não dava, pois o homem no sofá atrapalhava. Mas liguei a panela, ela saiu tremendo e caiu do sofá. Quando caiu, veio meu amigo “tarzam”, sentou em cima desta panela, levantou os pés e a panela saiu levando ele em direção a linha de chegada. Estava olhando para outro lado, quando o Fernando disse que a panela estava indo. Olhei e vi que caía da panela, dinheiro, e era meu. Fui pegar e era uma nota de 10 reais, uma de cinco e várias de dois reais. Alem de uma pratinha de 10 centavos. A panela, com o “tarzam” em cima, cruzou a linha de chegada. Então, peguei o Sorine e levei-o com as mãos, até além da linha de chegada, dizendo que ele não andava sozinho, então eu o levei. Mas o Faustão disse que eu já tinha dinheiro. Então mostrei a ele que só tinha uma pratinha de dez centavos. O Faustão então disse para o homem que estava do lado dele, para me pagar 350 reais, que estava bom demais. O tal homem foi para trás de uma cortina que estava atrás do sofá, fui seguindo-o para pegar meu dinheiro.

Comentários