Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 12, 2008

SOLTANDO PAPAGAIO

Estava numa sala bem grande. Eu estava usando um computador, para transformar o texto que eu tinha escrito, num livro. Só que este computador era tipo uma prancheta de desenhista. Havia outra pessoa na sala. Nisto, o livro saiu pronto de uma máquina de Xerox. Fui por uma Rua do Porto velho. Ao passar perto de uma casa, algumas pessoas ficaram perguntando o que eu estava fazendo ali. Eu continuei, até que me vi montado num cavalo branco, indo em disparada. Eu tinha que abrir uma loja para uma pessoa. Eu seguia a cavalo no alto de um morro e procurava um caminho para descer até a tal loja. Nisto vi o forno de uma siderurgia e percebi que tinha passado do caminho. Então voltei e desci numa estradinha, pois sabia que a tal loja ficava em frente a esta siderurgia. Mas lá em baixo havia muitas coisas espalhadas, tipo ferro velho. O cavalo pulava algumas e passava em baixo de outras. Nisto ouvi alguém perguntando a outra pessoa se eu tinha caído com o cavalo. Este alguém disse que não. Então…