HUACACHINA / PERU - Você nunca imaginou que aqui na América exista um oásis tipo aqueles dos filmes, já?





Cerca de 310 km ao sul de Lima, capital do Peru, se encontra algo que ninguém associa à América: um oásis. Bem pertinho do Brasil, Huacachina é, de fato, um oásis como aqueles quem vemos nos filmes que se passam no Oriente Médio ou na África.

Construída em volta de um pequeno lago de cor verde perdido no deserto do Departamento de Ica, a pequena vila tem cerca de 100 habitantes permanentes, mas recebe milhares de turistas todos os anos. Para encorajá-lo a planejar sua próxima viagem para o Peru, o Guia da Semana listou algumas coisas que você precisa saber sobre Huacachina antes de ir. Confira: 
Como chegar 
Visitar Huacachina é bem fácil, uma vez no Peru. O melhor trajeto é voar até Lima, a capital, e de lá pegar um ônibus que custa aproximadamente 20 novos sóis peruanos —1 real equivale a aproximadamente 0,9 sóis— para a cidade de Ica, capital do departamento de mesmo nome.

O ônibus leva de quatro a cinco horas para completar o trajeto. Uma vez em Ica, a dica é pegar um táxi até a vila de Huacachina. A viagem, de menos de 4 km, dura cerca de 15 minutos e o valor não deve ultrapassar 10 sóis. 


Hospedagem 
Para o seu tamanho, Huacachina tem uma grande quantidade de opções de hospedagem para todos os bolsos. Aqueles que preferem algo mais barato, vão encontrar opções de hostels econômicos, mas quem não se importa em gastar também vai encontrar fantásticos hotéis em meio às dunas. Uma outra opção é passar o dia em Huacachina e voltar para dormir na cidade de Ica, que, por ter mais de 200 mil habitantes, tem opções mais variadas de hospedagem. 
O que fazer de dia 
Durante o dia, a opção mais popular em Huacachina são os passeios de bugue pelo deserto, ideais para os amantes de adrenalina, assim como a prática de sandboard. Mas para quem prefere atividades mais tranquilas, a pequena vila também tem opções.

A dica é caminhar ao redor do belo lago, fazer um relaxante passeio de barco por ele, conhecer o parque da cidade e tirar muitas fotos. Outras opções incluem comer (cerca de 15 sóis bastam para um prato cheio), fazer caminhadas e ver o sol se pôr entre as dunas. 
O que fazer de noite 
Graças à grande quantidade de turistas, num geral jovens mochileiros, Huacachina tem uma variedade surpreendente de lugares para curtir a noite, considerando seu tamanho. Algumas das opções são os próprios hostels que acabam atraindo até jovens de Ica, que vão ao deserto quando o sol de põe para festejar. Também existem alguns bares focados em drinks, cervejas ou vinhos — para todos os gostos. 
Outras atrações 
Uma vez em Huacachina, você certamente vai querer visitar algumas outras atrações peruanas imperdíveis. Uma dica é pegar um ônibus até Nazca, a menos de três horas de viagem, para conhecer as famosas linhas de Nazca. Outro destino popular ali perto é Paracas, um lugar cheio de incríveis paisagens naturais a uma hora de Ica e que dá acesso às Ilhas Ballestas, um arquipélago impressionante que conta com pinguins, golfinhos e muito mais. Explorar a própria Ica também vale a pena.

Fonte dos textos e fotos: msn.com (Guia da Semana) / Thymonthy Becker 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TORNANDO A VIDA POSSÍVEL