Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

A "IRLANDA" RICA, CULTURAL E BELA EH O DESTINO PREFERIDO DOS INTERCAMBISTAS BRASILEIROS QUE LÁ SE SURPREENDEM

LINHA DO TEMPO DA "IRLANDA" / WORLD 
O Castelo de Dublin, localizado na capital, foi a sede do governo britânico até a década de 1920. Hoje, é um dos grandes pontos turísticos da cidade, além de abrigar conferências Estado soberano da Europa que ocupa cerca de cinco sextos da ilha homônima. É uma república constitucional governada como uma democracia parlamentar, com um presidente eleito para servir como chefe de Estado. Considerada um país desenvolvido, a Irlanda tem o décimo primeiro maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo, além de ótimas classificações em índices que medem o grau de democracia e liberdades como a de imprensa, econômica e política. Além da União Europeia (UE), a Irlanda também é membro do Conselho da Europa, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), da Organização Mundial do Comércio (OMC) e da Organização das Nações Unidas (ONU). Sua capital é Dublin e sua população é estimada em 4,58 milhões de habitantes. A "…

O BERÇO DA IMIGRAÇÃO ALEMÃ EH "SÃO LEOPOLDO" NO INTERIOR DO RIO GRANDE DO SUL






BEM VINDO A SÃO LEOPOLDO . TERRA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO.
imagem - Sérgio R. Matte
SÃO LEOPOLDO TEM 214.087 HABITANTES - IBGE 2010
QUEM NASCE EM SÃO LEOPOLDO EH: LEOPOLDENSE
Há uma forma carinhosa de se referir aos moradores da cidade: "capilé". O termo originalmente era usado de forma pejorativa por moradores da cidade vizinha de Novo Hamburgo, ainda na época anterior à emancipação (Novo Hamburgo e São Leopoldo mantêm uma rivalidade histórica, que data da época em que as duas áreas urbanas pertenciam a um só município, com sede em são Leopoldo). O termo "capilé" servia para designar um xarope ou refresco, e São Leopoldo sediava uma das primeiras fábricas gaúchas deste refrigerante, motivando a associação com o nome. Hoje, alguns Leopoldenses abraçaram a palavra capilé e a rivalidade com Novo Hamburgo é apenas folclórica.
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 25 DE JUNHO E FOI FUNDADA EM 1.824


HISTÓRIA
JUNTO AO RIO DOS SINOS EXISTIA, NÃO LONGE DO ATUAL CENTRO DA CIDADE DE SÃO LEOPOLDO, A IMPERIAL FEITORIA DO LINHO CÂNHAMO, TRANSFERIDA, EM 1788 DE CANGUÇU PRÓXIMA A PELOTAS, PARA O FAXINAL DO COURITO.
FUNCIONANDO À BASE DE MÃO ESCRAVA E NEM SEMPRE BEM ADMINISTRADA, A FEITORIA ENTROU EM DECADÊNCIA, VINDO A SER EXTINTA EM 31 DE MARÇO DE 1824. JÁ NESSA ÉPOCA, JORGE ANTÔNIO SCHAEFFER PROCURAVA CONTRATAR ALEMÃES PARA O BRASIL, CUMPRINDO ORDENS DE D. PEDRO I, CUJA ESPOSA, DE ORIGEM GERMÂNICA, FACILITAVA O EMPREENDIMENTO.
OS PRIMEIROS IMIGRANTES FORAM PESSOALMENTE RECEBIDOS PELOS IMPERADORES, QUE LHES INDICARAM O DESTINO: RIO GRANDE DO SUL, DE VEZ QUE AS CONSTANTES INVASÕES, POR PARTE DO VICE-REINADO DO PRATA, IMPUNHAM OCUPAÇÃO INTENSA E SISTEMÁTICA. O BERGANTIM PROTETOR TROUXE-OS ATÉ PORTO ALEGRE, ONDE FORAM RECEBIDOS POR JOSÉ FELICIANO PINHEIRO, PRIMEIRO PRESIDENTE DA PROVÍNCIA DE SÃO PEDRO DO RIO GRANDE, EM 18 DE JULHO DE 1824. POUCOS DIAS DEPOIS, OS RECÉM-CHEGADOS INICIARAM A ÚLTIMA ETAPA DA LONGA TRAVESSIA. 
EM GRANDES LANCHÕES, SUBIRAM O RIO DOS SINOS CHEGANDO EM 25 DE JULHO AOS BARRANCOS HISTÓRICOS, ONDE SE ENCONTRA SÃO LEOPOLDO, BERÇO DA IMIGRAÇÃO ALEMÃ. 
AGÊNCIA DOS CORREIOS TELÉGRAFOS
imagem - Sérgio R. Matte

ORIGEM DO NOME
HABITADA POR ÍNDIOS CARIJÓS E POR AÇORIANOS, ERA UM VILAREJO CONHECIDO COMO FEITORIA DO LINHO-CÂNHAMO QUANDO CHEGARAM OS PRIMEIROS 39 IMIGRANTES ALEMÃES À REGIÃO, EM 25 DE JULHO DE 1824
SÃO LEOPOLDO, EH UM NOME ESCOLHIDO EM HOMENAGEM À IMPERATRIZ LEOPOLDINA.
AVENIDA IMPERATRIZ
imagem - Sidinei Pires
AVENIDA JOÃO PEREIRA DE VARGAS
imagem - Sérgio R. Matte
AVENIDA DOM JOÃO BECKER
imagem - Sérgio R. Matte
CAPELA DO DIVINO CORAÇÃO DE JESUS. FICA DENTRO DO COLÉGIO SÃO JOSÉ.
imagem - Sérgio R. Matte
CASA DE FERRAGENS
imagem - Ferragem Nossa casa
OLHE QUE BELOS CASARÕES
imagem - Sérgio R. Matte
imagem - Sérgio R. Matte
imagem - Sérgio R. Matte
CINE TEATRO INDEPENDÊNCIA
imagem - Sérgio R. Matte
COLÉGIO CRISTO REI
imagem - Sérgio R. Matte
COLÉGIO SÃO JOSÉ
imagem - Sérgio R. Matte
ESCOLA MUNICIPAL
imagem - Sérgio R. Matte
UM FLAMBOYANT NA PRIMAVERA
imagem - Júnior Schmitz
MERCADO PÚBLICO
imagem - Sérgio R. Matte
MORRO DAS CABRAS
imagem - Sidinei Pires
ANTIGA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA. HOJE, MUSEU DO TREM.
imagem - Sérgio R. Matte
imagem - ?
VISTA AÉREA
imagem - Ricardo Fuchs
BAIRRO
imagem - Sérgio R. Matte
OUTRO CASARÃO
imagem - Sérgio R. Matte
SANTUÁRIO PADRE JOÃO BATISTA RÉUS.
imagem - Sérgio R. Matte
ENTRADA DO SANTUÁRIO
imagem - Sérgio R. Matte
SANTUÁRIO DE OUTRO ÂNGULO
imagem - ?
SEDE DO PODER LEGISLATIVO (CÂMARA MUNICIPAL)
imagem - PMSL
SEMINÁRIO JESUÍTA
imagem - Sérgio R. Matte
RUA SÃO FRANCISCO
imagem - Sérgio R. Matte
RIO DOS SINOS
imagem - Sérgio R. Matte
O RELÓGIO DA TORRE
imagem - Sérgio R. Matte
SEDE DO PODER EXECUTIVO (GOVERNO MUNICIPAL)
imagem - Sérgio R. Matte
DE OUTRO ÂNGULO
imagem - Sérgio R. Matte
POLIESPORTIVO
imagem - Sidinei Pires
PARQUE IMPERATRIZ LEOPOLDINA
imagem - Sidinei Pires
AQUI A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

Estava numa estrada comprida e reta, cercada de mato em ambos os lados. Nisto veio um bicho em alta velocidade. Alguém gritou para sair da frente, porque o bicho era muito feroz. Então dei um pulo e ele passou rapidamente. Sai correndo atrás do bicho, tão rápido quanto ele ia. Depois o bicho mudou de direção, vindo correndo atrás de mim. Sai correndo velozmente, mas o bicho estava me alcançando. Então pensei que era só voar que ele não me pegaria. Dei um grande salto e sai voando. Nisto vi o bicho passando logo abaixo de mim. Via só a poeira que ele fazia. O bicho mesmo não via. Fiquei pensando que ainda bem que o tal bicho não voava, senão estaria perdido.

OS 5 LOCAIS MAIS BONITOS DA CHAPADA DIAMANTINA

MORRO DO INÁCIO
CACHOEIRA DOS MOSQUITOS
POÇO ENCANTADO
GRUTA PRATINHA
CACHOEIRA DA FUMAÇA

ZIQUINHO, O POLVINHO DIFERENTE

NO FUNDO DE UM MAR BRAVIO, NO PORÃO DE UM NAVIO, QUE NAUFRAGOU POR LÁ.
DONA POLVA ESTÁ CONTENTE, SEU MARIDO IMPACIENTE, POIS SEUS FILHOS VÃO CHEGAR.

NAQUELE MESMO DIA, DURANTE UMA CALMARIA, DE UMA TARDE DE VERÃO.
NASCERAM OS POLVINHOS, QUE CHEGARAM DE MANSINHO, PARA ORGULHO DO PAIZÃO.

NASCERAM OS POLVINHOS, QUASE TODOS IGUAISZINHOS, SE NÃO FOSSE UM DOS IRMÃOS.
ENQUANTO SETE DOS POLVINHOS ERAM TODOS IGUAISZINHOS, UM SÓ ERAM BRANCÃO.

POR SER TÃO DIFERENTE, DERAM-LHE O NOME DE GENTE, ÀQUELE POLVINHO ENGRAÇADO.
POR SER TÃO BRANQUINHO, E BASTANTE MIUDINHO, DE ZIQUINHO FOI CHAMADO.

ENQUANTO TODA TURMINHA, VINHA PELA TARDINHA, E NO NAVIO BRINCAVA.
ZIQUINHO TRISTE SENTADO, SENTINDO-SE REJEITADO, NÃO SE CONFORMAVA.

MAS O SÁBIO PROFESSOR, QUE ENTENDIA TUDO DE COR, ERA UM GRANDE TUBARÃO.
PROCUROU POR ZIQUINHO, E LHE DISSE BEM BAIXINHO, TER ENCONTRADO A SOLUÇÃO.

“ZIQUINHO VOU LHE DIZER TUDO QUE TENS A FAZER, PARA PRETINHO FICAR”
“TOME CUIDADO COM A ARRAIA, NADE ATÉ UMA PRAIA E DEIXE O SOL TE QUE…