quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

BENTO GONÇALVES NO RIO GRANDE DO SUL EH O MAIS IMPORTANTE ROTEIRO TURÍSTICO DO ESTADO







SEJA MUITO BEM VINDO AO MAIS BELO E IMPORTANTE ROTEIRO TURÍSTICO DO RIO GRANDE DO SUL. SEJA BEM VINDO A BENTO GONÇALVES.
AQUI O MIRANTE DO CAMPANÁRIO
imagem - Almir Dupont
A CIDADE TEM 107.341 HABITANTES - (IBGE 2010)
QUEM NASCE EM BENTO GONÇALVES EH: BENTO-GONÇALVENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 11 DE OUTUBRO E FOI FUNDADA EM 1.890
ORIGEM DO NOME

O NOME DADO AO NOVO MUNICÍPIO REPRESENTA HOMENAGEM AO CHEFE FARROUPILHA BENTO GONÇALVES DA SILVA, PRESIDENTE DA EFÊMERA REPÚBLICA RIOGRANDENSE.
HISTÓRIA 
POR VOLTA DE 1633, O PADRE FRANCISCO XIMENES, JESUÍTA ESPANHOL, TENHA PISADO O SOLO DO ATUAL MUNICÍPIO DE BENTO GONÇALVES, QUANDO, EM EXCURSÃO, FAZIA O RECONHECIMENTO DAQUELE SÍTIO.

EM 1636, CRUZOU, TAMBÉM, AQUELAS PARAGENS A BANDEIRA CHEFIADA POR ANTÔNIO RAPOSO TAVARES.
ENTRETANTO, O POVOAMENTO DA CITADA BACIA SÓ SE EFETIVOU NO CORRER DO SÉCULO XIX, A PRINCÍPIO COM ELEMENTOS AÇORIANOS E NACIONAIS E DEPOIS COM IMIGRANTES ALEMÃES E ITALIANOS, QUE AVANÇARAM ATÉ A ENCOSTA DO PLANALTO.
O GOVERNO, DESEJANDO AMPLIAR A ÁREA DE COLONIZAÇÃO, CONCEDEU A ANTIGA PROVÍNCIA, POR AVISO DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA COMÉRCIO E OBRAS PÚBLICAS. DE 9 DE FEVEREIRO DE 1870, GLEBAS DE 4 LÉGUAS QUADRADAS CADA UMA, PARA O ESTABELECIMENTO DE 2 NÚCLEOS COLONIAIS QUE, EM VIRTUDE DO ATO PROVINCIAL DE 24 DE MAIO DO MESMO ANO, RECEBERAM AS DENOMINAÇÕES DE CONDE D'EU E DONA ISABEL.
EM 1875, FORAM DEVIDAMENTE INSTALADOS OS NÚCLEOS, JÁ EXISTINDO NELES, ENTÃO, 48 FRANCESES.
EM PRINCÍPIO DE 1876, CHEGARAM COLONIZADORES ITALIANOS PROVENIENTES DE TRENTO - 50 CASAIS ­DEPOIS SEGUIDOS DE OUTROS DO TIROL, VÊNETO ETC. FOI O CAPITÃO JOÃO JACINTO FERREIRA O PRIMEIRO DIRETOR DA COMISSÃO ENCARREGADA DAS COLÔNIAS. 
AQUI UMA RUA DA CIDADE
imagem - Thiago Dambros
ESTE EH O CALÇADÃO
imagem - ?
ESTA EH UMA IGREJA EM FORMA DE PIPA (NÃO SE REFERINDO A PAPAGAIO)
imagem - ?
AQUI A IGREJA DE SÃO BENTO
imagem - ?
AQUI NO CAMINHO DE PEDRAS
imagem - Nestor Foresti
UMA PAISAGEM QUE PARECE CENA DE CINEMA
imagem - Irineo Dall'Agnol
AQUI O PARQUE DE EVENTOS
imagem - Fabiano Mazzotti
ESTE EH O RESTAURANTE NONA LUDIA
imagem - Almir Dupont
PONTO DE ÔNIBUS
imagem - ?
TORRE DA IGREJA
imagem - Almir Dupont
PRAÇA
imagem - Almir Dupont
ESTA EH A AVENIDA PRINCIPAL
imagem - ?
VISTA AÉREA DA CIDADE
imagem - Barriga Verde
REGIÃO CENTRAL DA CIDADE
imagem - Barriga Verde
AQUI A SEDE DO BANCO DO BRAZIL
imagem - ?
MAIS UMA RUA DA CIDADE
imagem - Thyago Dambros
CASA DELE PECORE (CASA DA OVELHA)
imagem - Marcelo parise petazoni
CASA DI TESSITURA (CASA DE TECER)
imagem - Marcelo parise Petazoni
UMA CASA TÍPICA DA REGIÃO
imagem - Marcelo parise Petazoni
UM BELO CASARÃO
imagem - ?
REGIÃO CENTRAL
imagem - Almir Dupont
HISTÓRIA DA UVA E VINHO

O COLONO ITALIANO, RECÉM CHEGADO EM 1875, AINDA NÃO TINHA AS MUDAS DE VIDEIRAS PARA INICIAR O CULTIVO NAS TERRAS QUE FOI DESBRAVANDO. O QUE TOMOU CONTATO COM AS VIDEIRAS (VARIEDADE ISABEL) QUE OS AGRICULTORES ALEMÃES CULTIVAVAM HÁ ALGUM TEMPO PARA SEU PRÓPRIO CONSUMO.
O CULTIVO DA VIDEIRA ISABEL TOMOU EXPRESSÃO ACENTUADA APÓS A CHEGADA DOS IMIGRANTES ITALIANOS.
OS COLONOS INICIARAM A COMERCIALIZAÇÃO DO VINHO ISABEL PARA A CAPITAL DO ESTADO E OUTRAS CIDADES. O TRANSPORTE ERA FEITO EM LOMBO DE BURRO.
A PARTIR DO MOMENTO EM QUE SE INICIOU O COMÉRCIO DO VINHO SURGIU A FIGURA DO TANOEIRO. O CONSTRUTOR DOS BARRIS.
COM O AUMENTO DA PROMISSORA CULTURA DA VIDEIRA, TORNOU-SE NECESSÁRIA E POSSÍVEL A CONSTRUÇÃO DE NOVAS CASAS, COM MAIOR ESPAÇO E MAIS COMODIDADE. AÍ SURGEM AS CASAS COM PORÃO  E ALGUMAS COM  SÓTÃO. O PORÃO TEVE COMO UMA DAS CAUSAS PREPONDERANTES DO SEU SURGIMENTO A ELABORAÇÃO, ENVELHECIMENTO E GUARDA DO VINHO NAS PIPAS, O QUAL DEVERIA DURAR E ABASTECER O CONSUMO DA FAMÍLIA  ATÉ A COLHEITA DO ANO SEGUINTE.
AQUI NA COLHEITA DAS UVAS
imagem - Almir Dupont
ESTA EH A ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE BENTO GONÇALVES
imagem - Almir Dupont
EM UM DIA DE GEADA
imagem - Almir Dupont
ESTA EH A IGREJA DO CRISTO REI
imagem - Pheylmann
CHEGANDO NA CIDADE
imagem - Marcelo parise Petazoni
A MARIA FUMAÇA
imagem - Almir Dupont
ESTA EH A IGREJA MATRIZ
imagem - Vilson Flores
OLHE QUE BELEZA A PAISAGEM  NO ENTORNO DA CIDADE
imagem - Vilson Flores
ESTE EH O MONUMENTO AO IMIGRANTE
imagem - Fabiano Mazzotti
VISTA PARCIAL DA CIDADE
imagem - Vilson Flores
VISTA PARCIAL DE OUTRA REGIÃO DA CIDADE
imagem - Vilson Flores
AQUI AS PARREIRAS DE UVA NO OUTONO
imagem - Almir Dupont
AQUI O PÓRTICO DE ENTRADA NA CIDADE.
imagem - Almir Dupont
OLHE QUE PRAÇA MAIS BONITA
imagem - Fabiano Mazzotti
CHAFARIZ DA PRAÇA
imagem - Fabiano Mazzotti
ESTA EH A PRAÇA MATRIZ
imagem - Pheylmann
OUTRA PARTE DA PRAÇA DA MATRIZ
imagem - Pheylmann
ESTA EH A SEDE DO GOVERNO MUNICIPAL
imagem - Vilson Flores
AVENIDA PRINCIPAL
imagem - ?
OUTRA AVENIDA
imagem - Thiago Dambros
A CASA DA ESQUINA
imagem - Thiago Dambros
RUA DE UM BAIRRO
imagem - Thiago Dambros
VISÃO DOS PRÉDIOS
imagem - Thiago Dambros
AQUI O VALE DO RIO DAS ANTAS - COMPLEXO FERRADURA - 
imagem - Almir Dupont
AQUI O VALE DOS VINHOS
imagem - Fabiano Mazzotti
MAIS DO VALE DOS VINHOS
imagem - Fabiano Mazzotti
VISÃO DA IGREJA
imagem - Vilson Flores

AQUI A FLOR OFICIAL DO MUNICÍPIO
AZALÉIA, COR VINHO. INSTITUÍDA PELA LEI MUNICIPAL Nº 1.619, DE 03 DE JULHO DE 1989.
imagem - PMBG
AQUI TAMBÉM O COMPLEXO DA FERRADURA
imagem - ?
AQUI OS BARRIS ONDE SE CURTE OS VINHOS
imagem - ?
UMA VISÃO GERAL DA CIDADE
imagem - Barriga Verde
MAIS UMA VISTA PARCIAL
imagem - PMBG
PARREIRAL
imagem - PMBG
AQUI A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO



  
VALEU SEMPRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TORNANDO A VIDA POSSÍVEL