sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

AS SEGUNDAS FEIRA






foto - ?
Segunda feira, o primeiro dia depois do dia em que não precisamos trabalhar, parece sempre um dia desanimador. Não apenas uma ou outra, mas todas as segundas feiras são assim. O que me intriga é o que leva a todos daqui a ter este mesmo sentimento. Sempre desanimado.
Acredito que seja do próprio corpo, que se acostuma a não cumprir horários no dia anterior, e depois ter que se adaptar a cumprir horário, ordens e tarefas.
Não sei por que, mas segundas feiras são sempre melancólicas. Meio que triste, principalmente na parte antes do almoço. Talvez a parte antes do almoço seja uma extensão do domingo que vai de encontro com, a parte de depois do almoço, que é uma antecipação da terça. Dai, parece que começamos a segunda feira meio que desanimado e após o almoço já nos alinhamos para o condicionamento da semana, seja físico, social ou mental.
Não devia me sentir assim, como os daqui, porque sou de lá, e lá, não tinha estes estranhos fisioquímicos acontecendo comigo.
Mais uma vez, isto comprova que estando aqui, somos inevitavelmente como um daqui. Não dá ou não se pode ser diferente. Por isto aqui todos são iguais, fazem praticamente a mesma coisa e tem as mesmas sensassões. 
Acredito que o sentimento que ocorre nas segundas feiras de manhã, não tenha nada a ver com o domingo em que se fica parado. Mas em um círculo de sete dias, contados pelo tempo deles daqui, em que ocorre uma determinada reação no corpo que induz a isto.
Isto que aqui é chamado de " Segunda Feira, dia da preguiça"


VALEU SEMPRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TORNANDO A VIDA POSSÍVEL