Pular para o conteúdo principal

FLAMENGO TEM A MELHOR CAMPANHA DO CARIOCA 2013

--> 
Único titular poupado pelo técnico Dorival Junior, o volante Elias não poderia ter sido melhor substituído neste sábado. Renato Abreu, que atuou com a camisa 11, usada nos últimos jogos pelo xodó Rafinha, marcou os dois gols da vitória por 2 a 0 do Flamengo sobre o Olaria, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela última rodada da fase de grupos da Taça Guanabara. Um dos tentos foi uma 'pintura' em cobrança de falta.
O resultado mantém a invencibilidade do time da Gávea na temporada, que avança às semifinais da Taça Guanabara com a melhor campanha, somando 22 pontos em 24 possíveis. O Olaria, por outro lado, ainda não venceu na competição e fica em situação complicada para lutar contra o rebaixamento. Os gols da partida saíram no primeiro tempo. Na segunda etapa, Dorival aproveitou para observar alguns atletas, como Alex Silva, Igor Sartori e Carlos Eduardo. Botafogo, Vasco ou Madureira podem ser os adversários do Flamengo na semifinal do 1º turno.
Os primeiros minutos de partida tiveram muitos erros de passe. Renato Abreu, Ibson e Carlos Eduardo ainda buscavam o melhor posicionamento em campo, mas bolas perdidas na intermediária causavam contra-ataques perigosos para o Olaria. O time da zona Norte assustou primeiro e quase marcou aos 8min. Gonzalez errou na saída de bola, Leo recebeu na área pela direita e chutou forte, mas Felipe salvou o Flamengo com o pé.
O time comandado por Dorival Junior foi se organizando na partida, avançou a marcação no campo de defesa do adversário e começou a criar chances de perigo. A superioridade sobre o Olaria se transformou em gol aos 21min. Carlos Eduardo cobrou falta da direita, Renato Abreu subiu livre de marcação e cabeceou para o chão, no canto esquerdo do goleiro Moreno, abrindo o placar no estádio Raulino de Oliveira. 
Após ter aberto o placar, o Flamengo passou a atuar com mais tranquilidade. E em noite inspirada, Renato Abreu deixou sua marca novamente apenas três minutos depois de ter anotado o primeiro gol. Hernane sofreu falta na intermediária e o camisa 11 cobrou com muita categoria, fazendo a bola passar por cima da barreira, entrando no ângulo esquerdo do goleiro do Olaria, que nada pôde fazer para impedir o segundo tento.
Os primeiros minutos de partida tiveram muitos erros de passe. Renato Abreu, Ibson e Carlos Eduardo ainda buscavam o melhor posicionamento em campo, mas bolas perdidas na intermediária causavam contra-ataques perigosos para o Olaria. O time da zona Norte assustou primeiro e quase marcou aos 8min. Gonzalez errou na saída de bola, Leo recebeu na área pela direita e chutou forte, mas Felipe salvou o Flamengo com o pé.
O time comandado por Dorival Junior foi se organizando na partida, avançou a marcação no campo de defesa do adversário e começou a criar chances de perigo. A superioridade sobre o Olaria se transformou em gol aos 21min. Carlos Eduardo cobrou falta da direita, Renato Abreu subiu livre de marcação e cabeceou para o chão, no canto esquerdo do goleiro Moreno, abrindo o placar no estádio Raulino de Oliveira. 
Após ter aberto o placar, o Flamengo passou a atuar com mais tranquilidade. E em noite inspirada, Renato Abreu deixou sua marca novamente apenas três minutos depois de ter anotado o primeiro gol. Hernane sofreu falta na intermediária e o camisa 11 cobrou com muita categoria, fazendo a bola passar por cima da barreira, entrando no ângulo esquerdo do goleiro do Olaria, que nada pôde fazer para impedir o segundo tento.
 fonte - uol.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

Estava numa estrada comprida e reta, cercada de mato em ambos os lados. Nisto veio um bicho em alta velocidade. Alguém gritou para sair da frente, porque o bicho era muito feroz. Então dei um pulo e ele passou rapidamente. Sai correndo atrás do bicho, tão rápido quanto ele ia. Depois o bicho mudou de direção, vindo correndo atrás de mim. Sai correndo velozmente, mas o bicho estava me alcançando. Então pensei que era só voar que ele não me pegaria. Dei um grande salto e sai voando. Nisto vi o bicho passando logo abaixo de mim. Via só a poeira que ele fazia. O bicho mesmo não via. Fiquei pensando que ainda bem que o tal bicho não voava, senão estaria perdido.

OS 5 LOCAIS MAIS BONITOS DA CHAPADA DIAMANTINA

MORRO DO INÁCIO
CACHOEIRA DOS MOSQUITOS
POÇO ENCANTADO
GRUTA PRATINHA
CACHOEIRA DA FUMAÇA

ZIQUINHO, O POLVINHO DIFERENTE

NO FUNDO DE UM MAR BRAVIO, NO PORÃO DE UM NAVIO, QUE NAUFRAGOU POR LÁ.
DONA POLVA ESTÁ CONTENTE, SEU MARIDO IMPACIENTE, POIS SEUS FILHOS VÃO CHEGAR.

NAQUELE MESMO DIA, DURANTE UMA CALMARIA, DE UMA TARDE DE VERÃO.
NASCERAM OS POLVINHOS, QUE CHEGARAM DE MANSINHO, PARA ORGULHO DO PAIZÃO.

NASCERAM OS POLVINHOS, QUASE TODOS IGUAISZINHOS, SE NÃO FOSSE UM DOS IRMÃOS.
ENQUANTO SETE DOS POLVINHOS ERAM TODOS IGUAISZINHOS, UM SÓ ERAM BRANCÃO.

POR SER TÃO DIFERENTE, DERAM-LHE O NOME DE GENTE, ÀQUELE POLVINHO ENGRAÇADO.
POR SER TÃO BRANQUINHO, E BASTANTE MIUDINHO, DE ZIQUINHO FOI CHAMADO.

ENQUANTO TODA TURMINHA, VINHA PELA TARDINHA, E NO NAVIO BRINCAVA.
ZIQUINHO TRISTE SENTADO, SENTINDO-SE REJEITADO, NÃO SE CONFORMAVA.

MAS O SÁBIO PROFESSOR, QUE ENTENDIA TUDO DE COR, ERA UM GRANDE TUBARÃO.
PROCUROU POR ZIQUINHO, E LHE DISSE BEM BAIXINHO, TER ENCONTRADO A SOLUÇÃO.

“ZIQUINHO VOU LHE DIZER TUDO QUE TENS A FAZER, PARA PRETINHO FICAR”
“TOME CUIDADO COM A ARRAIA, NADE ATÉ UMA PRAIA E DEIXE O SOL TE QUE…