Pular para o conteúdo principal

ESPÍRITO SANTO / TERCEIRO MELHOR CLIMA DO MUNDO

-->
BEM VINDO AO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO
AQUI O PARQUE NACIONAL DO PICO DA BANDEIRA
imagem - Wikipédia
ESPÍRITO SANTO TEM 3.514.952 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE NO ESPÍRITO SANTO EH: CAPIXABA
ORIGEM DO NOME
Os habitantes naturais do estado do Espírito Santo são denominados capixabas (ou espírito-santenses). O gentílico foi dado aos futuros cidadãos do Espírito Santo devido às roças de milho que ficavam na ilha de Vitória. As roças de milho pertenciam aos índios, os primeiros habitantes da região quando os portugueses aí chegaram.
HISTÓRIA
Em 1535, quando os colonizadores portugueses chegaram à Capitania    do   Espírito Santo e desembarcaram na região da Prainha, iniciou-se o primeiro núcleo populacional, denominado Vila do Espírito Santo. Devido aos ataques indígenas, o líder Vasco Fernandes Coutinho resolveu fundar outra vila, desta vez em uma das ilhas, que foi chamada de Vila Nova do Espírito Santo (Vitória), enquanto a antiga passou a ser chamada de Vila Velha. Houve um tempo, conhecido por poucos, em que o Espírito Santo foi anexado à Bahia, tendo, portanto Salvador como capital.
O nome do estado é uma denominação dada pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho que ali desembarcou em 1535, num domingo dedicado ao Espírito Santo. Como curiosidade dessa etimologia, merece destaque o Convento de Nossa Senhora da Penha, símbolo da religiosidade capixaba que abriga em seu acervo a tela mais antiga da América Latina, a imagem de Nossa Senhora das Alegrias.
Duarte de Lemos fundou Vitória — chamada de Vila Nova — na ilha de Santo Antônio, em posição estratégica, mais vantajosa que Vila Velha para a defesa contra os constantes ataques dos silvícolas. Para lá se transferiu a sede da capitania. À mesma época, chegaram os missionários jesuítas, empenhados na catequese. A presença do padre José de Anchieta deu um sentido muito especial à ação dos padres da Companhia de Jesus em terras do Espírito Santo.
AQUI NA CIDADE DE CASTELO
imagem - ?
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA NA CAPITAL
imagem - Wikipédia
CEFET EM COLATINA
imagem - Wikipédia
PRAIA DE ITAÚNAS
imagem - Wikipédia
PORTO
imagem - Wikipédia
VITÓRIA / CAPITAL DO ESTADO
imagem - Wikipédia
CIDADE DE ARACRUZ
imagem - ?
PEDRA DO FRADE E FREIRA
imagem - ?
CIDADE DE LINHARES
imagem - ?
CACHOEIRO DO ITAPEMIRIM
imagem - ?
CIDADE DE COLATINA
imagem - Wikipédia
CONVENTO DA PENHA
imagem - Wikipédia
CIDADE DE MARATAÍZES
imagem - ?
imagem - ?
PETROLÍFERA
imagem - Wikipédia
PEDRA DO ITABIRA
imagem - ?
PALÁCIO ANCHIETA - DO GOVERNO DO ESTADO -
imagem - Wikipédia
PONTE VITÓRIA / VILA VELHA
imagem - Wikipédia
VILA VELHA
imagem - Wikipédia
imagem - Wikipédia
TEATRO CARLOS GOMES EM VITÓRIA
imagem - Wikipédia
CAMBURÍ
imagem - ?
NA CIDADE DE CARIACICA
imagem - ?
NA CIDADE DE MARATAÍZES
imagem - ?
NA CIDADE DE CASTELO
imagem - Mischeel
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE MARATAÍZES
imagem - ?
NA CIDADE DE NOVA ALMEIDA
imagem - ?
PEDRA AZUL
imagem - ?
NA CIDADE DE SERRA
imagem - ?
VILA VELHA
imagem - ?
CONVENTO DA PENHA
imagem - ?
VITÓRIA
imagem - ?
ESTA EH A BANDEIRA DO ESTADO
ESTE EH O BRASÃO DO ESTADO
THYMONTHY BECKER COMUNICAÇÃO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

Estava numa estrada comprida e reta, cercada de mato em ambos os lados. Nisto veio um bicho em alta velocidade. Alguém gritou para sair da frente, porque o bicho era muito feroz. Então dei um pulo e ele passou rapidamente. Sai correndo atrás do bicho, tão rápido quanto ele ia. Depois o bicho mudou de direção, vindo correndo atrás de mim. Sai correndo velozmente, mas o bicho estava me alcançando. Então pensei que era só voar que ele não me pegaria. Dei um grande salto e sai voando. Nisto vi o bicho passando logo abaixo de mim. Via só a poeira que ele fazia. O bicho mesmo não via. Fiquei pensando que ainda bem que o tal bicho não voava, senão estaria perdido.

ZIQUINHO, O POLVINHO DIFERENTE

NO FUNDO DE UM MAR BRAVIO, NO PORÃO DE UM NAVIO, QUE NAUFRAGOU POR LÁ.
DONA POLVA ESTÁ CONTENTE, SEU MARIDO IMPACIENTE, POIS SEUS FILHOS VÃO CHEGAR.

NAQUELE MESMO DIA, DURANTE UMA CALMARIA, DE UMA TARDE DE VERÃO.
NASCERAM OS POLVINHOS, QUE CHEGARAM DE MANSINHO, PARA ORGULHO DO PAIZÃO.

NASCERAM OS POLVINHOS, QUASE TODOS IGUAISZINHOS, SE NÃO FOSSE UM DOS IRMÃOS.
ENQUANTO SETE DOS POLVINHOS ERAM TODOS IGUAISZINHOS, UM SÓ ERAM BRANCÃO.

POR SER TÃO DIFERENTE, DERAM-LHE O NOME DE GENTE, ÀQUELE POLVINHO ENGRAÇADO.
POR SER TÃO BRANQUINHO, E BASTANTE MIUDINHO, DE ZIQUINHO FOI CHAMADO.

ENQUANTO TODA TURMINHA, VINHA PELA TARDINHA, E NO NAVIO BRINCAVA.
ZIQUINHO TRISTE SENTADO, SENTINDO-SE REJEITADO, NÃO SE CONFORMAVA.

MAS O SÁBIO PROFESSOR, QUE ENTENDIA TUDO DE COR, ERA UM GRANDE TUBARÃO.
PROCUROU POR ZIQUINHO, E LHE DISSE BEM BAIXINHO, TER ENCONTRADO A SOLUÇÃO.

“ZIQUINHO VOU LHE DIZER TUDO QUE TENS A FAZER, PARA PRETINHO FICAR”
“TOME CUIDADO COM A ARRAIA, NADE ATÉ UMA PRAIA E DEIXE O SOL TE QUE…

OS 5 LOCAIS MAIS BONITOS DA CHAPADA DIAMANTINA

MORRO DO INÁCIO
CACHOEIRA DOS MOSQUITOS
POÇO ENCANTADO
GRUTA PRATINHA
CACHOEIRA DA FUMAÇA