MINEIRÃO É OFICIALMENTE REABERTO

-->
Nove mil toneladas de aço, 717 de concreto, 1.060 dias de reforma. Para os apaixonados pelo futebol e pelo Mineirão, uma eternidade. Mas, enfim, chegou o dia do reencontro. O Mineirão, finalmente, foi reaberto. Com a presença da presidente Dilma Rousseff, que veio a Belo Horizonte especialmente para o evento de reinauguração, o estádio foi entregue aos mineiros. Bola rolando, no entanto, somente no ano que vem. O clássico Cruzeiro x Atlético-MG, no dia 3 de fevereiro, válido pelo Campeonato Mineiro, será o primeiro jogo do remodelado Mineirão.
A cerimônia de reabertura, que teve início por volta das 16h (de Brasília), terá duração aproximada de um hora. Estão presentes no Mineirão o ministro dos esportes, Aldo Rebelo; o diretor-técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira; o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia; o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda; o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo em Minas, Thiago Lacerda, entre outras autoridades e personalidades do esporte.
- O estádio é tão bom quanto igual a maioria dos estádios da Europa. Estou me sentindo na Europa. O estádio é bonito, moderno, tem segurança para o torcedor. Todo mundo vai se sentir melhor - avaliou Parreira.
Ao chegar ao estádio, Dilma foi recebida pelo governador Anastasia. Cumprimentou e tirou fotos com um grupo de operários que trabalhou na reforma do Mineirão. Abraçou, um a um, e foi fotografada junto aos ex-jogadores presentes, como Reinaldo, Ademir da Guia, Dadá Maravilha, Dirceu Lopes, Éder Aleixo, entre outros. Nas cadeiras, balões formaram o nome do estádio e a frase 'Sou do Mundo, sou Minas Gerais', que é um trecho da música 'Para Lennon e Mccartney', dos compositores Fernando Brant, Márcio Borges e Lô Borges.
fonte: globo.com
Antes do pronunciamento, a presidenta Dilma Roussef, que chegou pouco depois das 16h ao Mineirão, assinou a bola oficial da Copa das Confederações, que ficará no futuro Museu do estádio e descerrou placa comemorativa à inauguração, ao lado do governador mineiro. Apesar de torcedora do "querido Atlético", ela recebeu um boné do Cruzeiro, presente de uma torcida organizada do clube que já assinou contrato de exclusividade com a Minas Arena, para mandar seus jogos no novo estádio pelos próximos 25 anos.
A presidenta entrou no gramado do Mineirão, às 16h33, acompanhada do governador Antônio Anastasia. O coral do projeto Valores de Minas, mantido pelo governo mineiro, cantaram o hino nacional. Em seguida, houve a apresentação de um vídeo gravado pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter.
"Estamos felizes de ver mais uma Arena da Copa do Mundo pronta para a competição. Lamentavelmente, não posso estar presente para a inauguração, mas estarei durante a Copa do Mundo. Parabenizo a presidenta Dilma Roussef por esta obra", afirmou o dirigente da Fifa.
Para o prefeito Márcio Lacerda, a entrega da modernização do Mineirão é tão ou mais importante que a sua própria inauguração, em 5 de setembro de 1965. "Em meados dos anos 60, o Gigante da Pampulha inovou nas técnicas de engenharia e foi considerado um dos mais modernos do mundo. Quarenta e sete anos depois, o novo Mineirão, moderno, seguro, confortável, ganha novamente ares de um dos mais modernos do mundo", afirmou.
 fonte> uol.com.br

Comentários