ULTIMAS NOITES DE SONO


25 de julho

São as ultimas noites que posso dormir com certa tranqüilidade. Já me disseram isto várias vezes. Depois, nem que eu quisesse poderia ter uma noite inteira de sono tranqüilo. Mas eu que vi sempre isto dos bastidores, sempre imaginei que deveria ser uma experiência fabulosa esta maratona de acontecimentos e euforia que envolve quem participa ou esteja de protagonista nesta busca por ideais ou sonhos coletivos em prol dos que confiam ou simplesmente acreditam no que temos a oferecer, mesmo que este acreditar seja só fazer seu papel no processo e o que vier depois pouca importa. Não sei se isto é ruim demais ou muito bom.

Sempre Presente

Comentários