ROTEIROS TURÍSTICOS : 07/09/11

ENTRE CASAS COLORIDAS MORDIDO POR COBRA COLORIDA


Estava numa cidade onde as ruas eram bem estreitas. As casas ficavam rente ao passeio. Estava em um pequeno canteiro central que tinha no meio de um cruzamento de uma das ruas. Olhava as casas de ambos os lados. Elas eram cada uma de uma cor diferente. Uma era alaranjada, outra vermelha, a que estava em minha frente era azul. Tinha amarela e outras cores. Pelas ruas da cidade, andavam muito bichos pequenos, inclusive cobras. Parecia ser normal, aqueles bichos andarem por ali. Nisto vi que na minha frente, tinha um jornal aberto, onde tinha a foto de uma pessoa. Ele dizia que os adolescentes podiam fazer o que quisessem, pois tinha a vida toda pela frente. Fiquei imaginando que eu estava meio perdido na vida. Pois não sabia o que queria. Estava vivendo sem sentido. Então, não fazia parte daquilo que dizia o jornal. Sai andando por aquela rua, até que cheguei a um beco bem estreito. Ele tinha aproximadamente um metro de largura. Fui passando por este beco e vi duas cobras. Uma amarela e outra marrom. Sem querer chutei a cobra marrom, que logo tentou me atacar. Fiquei desviando do bote da cobra, mas não conseguia sair dali. Então encostei as costas na parede para tentar sair do chão.  A cobra ficava tentando me pegar de todo jeito. Estava com os pés de um lado da parede e as costas do outro. Mas a cobra pulava tentando me pegar. Fui com a mão tentar jogar a cobra longe, ela deu um bote e mordeu minha mão. Ela não largava minha mão de jeito nenhum. Estava doendo muito. Então fiquei de pé, pisei na cobra e puxei, fazendo que com isto ele largasse minha mão. Sai dali com muita dor na mão, onde a cobra havia mordido.

Pains, Minas Gerais - Você precisa conhecer o Rastro de São Pedro com seus paredões de calcário com mais de 40 metros de altura, favoritos para escaladas. Vem:

















Você precisa conhecer o Rastro de São Pedro com seus paredões de calcário com mais de 40 metros de altura, favoritos para escaladas. Vem:




Os caminhos de Pains, MG
foto - Thymonthy Becker
VEJA AQUI A ENTREVISTA COM DOIS MORADORES DA CIDADE. ENTREVISTA FEITA NESTA TERÇA FEIRA 14/02/2012 NA TRANQUILA PRAÇA DA IGREJA DO ROSÁRIO

CONHEÇA UM POUCO DA CIDADE DE PAINS NAS MINAS GERAIS
foto - Thymonthy Becker
RASTRO DE SÃO PEDRO
O Rastro de São Pedro são vários blocos de calcário, que devem ter aproximadamente uns 40 metros de altura. Se tratando de escalada, lá tem algumas vias muito bacana, mas o potencial do lugar é muito grande, podendo abrir várias vias de todos os graus, pena que a cidade não tem escalador. Isso também dificulta em relação ao croqui das vias, eu não conheço ninguém que tem. Em linhas gerais lá é excelente para escalar. (campingnatureza.blogspot.com/Bruno Zurlini)
Há 10 anos, a região que agrega estas três cidades (Pains, Arcos, Corumbá) é explorada por escaladores locais e conta com aproximadamente 400 km de calcário, 780 grutas e cavernas. O que da a Pains o titulo de capital mundial do calcário.

Segundo moradores da região, a comunidade recebeu esse nome devido a pegada em uma pedra que fica ao lado da nascente. Tal pegada seria o rastro de São Pedro. Quem quiser conferir, o pezão ta lá mesmo.
o Rastro de São Pedro, com seus paredões de calcário, está se tornando um dos locais favoritos para escalada em Minas Gerais. Dezenas de vias já foram abertas, e o potencial é enorme. (campingnatureza.blogspot.com/Jonatas Escalada)
O que da para fazer? 
Eu recomendo lá para acampar, quem pratica escalada, porque além de você poder escalar o dia inteiro, você arma sua barraca na base da pedra, -é sair da barraca, e já mandar uma via-. Ao lado do Rastro, tem um riacho, que da para nadar, o lugar é muito limpo. (campingnatureza.blogspot.com)
Esta eh a pegada na pedra que originou o nome do lugar
O que levar? 
O camping lá é selvagem, então eu recomendo levar tudo que você irá usar, e lembrar sempre de TRAZER SEU LIXO DE VOLTA. Em relação alimentação e água, você conseguirá tudo na cidade, Arcos é muito bem estruturada, Pains também. Chegando ao local, você irá ver onde é que acampa, o lugar fica na base da pedra, com muitas árvores, que inclusive fica na sombra o dia inteiro. Lá é uma área privada, que eu não sei quem é o dono, mas é aquele negócio, saber chegar e respeitar o local. (campingnatureza.blogspot.com)
Outra coisa:
Vale a pena ir em Pains, é conhecer as cidades ao lado como: Corumbá que fica a 9km de Arcos, e Arcos que fica a 17km de Pains. Tanto Corumbá tem escalada também. Pains conta com um sítio arqueológico fantástico "Mané do Juquinha", e lá também tem vários boulders. Vale muito apena conhecer. (campingnatureza.blogspot.com/Almir Brito JR)
Como chegar? 
Saindo de Divinópolis, da 90km até em Arcos/Pains. Você irá usar a MG 050, a qual você passará por um posto de pedágio perto de São Sebastião do Oeste. Na MG 050 você irá percorrer 68km até pegar a BR354, e depois mais 22km. Lá você pede uma orientação de como chegar ao Rastro de São Pedro, ele é super conhecido na região, não tem erro.
É isso ai galera, faça um bom passeio com muito cuidado e responsabilidade (campingnatureza.blogspot.com/Mailo Aquino)
AQUI, PARTE DA ZONA RURAL DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker
GOSTA DE CAVALGAR?
Que tal uma cavalgada tranquila por trilhas com paisagens naturais exuberantes? Venha conhecer Pains, aqui você encontra tudo isso e muito mais! (Alvaro Rabelo)
AQUI, AS PALMEIRAS REAIS, COMO SE FOSSEM OS PORTAIS DA PRAÇA DA IGREJA DO ROSÁRIO.
foto - Thymonthy Becker
Centro de Pais, MG vista do alto (Almir Brito JR)
Pains, MG (Almir Brito JR)


Grutas em pains, MG (Almir Brito JR)
O Cálice (Almir Brito JR)
Cruzeiro da cidade de Pains, MG (Almir Brito JR)
Hospital Municipal da cidade de Pains, MG (Almir Brito JR)
Igreja do Rosário em Pains, MG (Tallys Teixeira)
Capela de Nossa Senhora de Lourdes, Mandembo, pains, MG (Almir Brito JR)
Pains, MG (Almir Brito JR)
Árvore centenária em Pains, MG (Almir Brito JR)
Entorno de Pains, MG (Almir Brito JR)
Museu Arqueológico do Alto São francisco em Pains, MG (Almir Brito JR)
Gruta em pains, MG (Almir Brito JR)
Paredões de calcário em Pains, MG (Almir Brito JR)
Grutas em Pains, MG (Almir Brito JR)


Pinturas rupestres no Museu Arqueológico em Pains, MG (Almir Brito JR)
Pains, MG (Almir Brito JR)
Pains, MG (Almir Brito JR)
Entorno da cidade de Pains, MG (Almir Brito JR)
CASARÕES DA RUA CENTRAL
foto - Thymonthy Becker
ADOLESCENTES VOLTANDO DA ESCOLA
foto - Thymonthy Becker
ESTE EH O CARRO DO BATENTE
foto - Thymonthy Becker
ESTA EH A AVENIDA PRINCIPAL
foto - Thymonthy Becker
UM DOS BAIRROS DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker
BAIRRO SENDO CONSTRUÍDO COM RECURSOS DO PROGRAMA -MINHA CASA MINHA VIDA-, DO GOVERNO CENTRAL
foto - Thymonthy Becker
ESTE EH UM BELO CASARÃO, QUE FICA NA ESQUINA DA PRAÇA DA IGREJA DO ROSÁRIO
foto - Thymonthy Becker
OUTRO CASARÃO DO OUTRO LADO DA PRAÇA
foto - Thymonthy Becker


AQUI O CENTRO DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker
ESTE EH O CORETO DA PRAÇA DA PREFEITURA
foto - Thymonthy Becker
PAINS ENCRAVADA NAS MONTANHAS DAS MINAS GERAIS
foto - Thymonthy Becker
PAINENSES FAZENDO POSE NA PRAÇA DA IGREJA
foto - Thymonthy Becker
ESTA EH AS ESCADARIA DA IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO CARMO
foto - Thymonthy Becker
AQUI A FRENTE DA MATRIZ
foto - Thymonthy Becker
ESTA EH A  MESMA IGREJA
foto - Thymonthy Becker
AQUI UMA BELA ARQUITETURA COMTEMPORANIA. A IGREJA DO ROSÁRIO. VEJA QUE NESTA SIMPLICIDADE, ELA EH SIMPLESMENTE LINDA.
foto - Thymonthy Becker
AQUI A MESMA IGREJA VISTA DE LADO
foto - Thymonthy Becker
OUTRO BAIRRO DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker
ESTA EH UMA MONTANHA DE CALCÁRIO.
O CALCÁRIO EH UTILIZADO NA PREPARAÇÃO DO CIMENTO, DO CAL, NA CORREÇÃO DO SOLO, FABRICAÇÃO DE VIDROS E OUTROS.
copyrigth "sânzio rafael"
AQUI O ENTORNO DE PAINS
foto - Thymonthy Becker


A CIDADE VISTA DE CIMA
copyrigth "christian de lima"
O RIO SÃO MIGUEL
copyrigth "jose elias araujo"
PLACA COMEMORATIVA NA PRAÇA JUCA MANECA
foto - Thymonthy Becker
AQUI, OUTRA HOMENAGEM,  NA PRAÇA DA PREFEITURA
foto - Thymonthy Becker
PARQUE DAS ÁGUAS
copyrigth "MGuyon"
A BONITA PRAÇA DA PREFEITURA. EM FRENTE A PRAÇA, ESTA A MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO CARMO
foto - Thymonthy Becker
OUTRO ÂNGULO DA PRAÇA DA PREFEITURA
foto - Thymonthy Becker
ESTA EH A PRAÇA JUCA MANECA. EM FRENTE A ESTA PRAÇA, ESTA A IGREJA DO ROSÁRIO.
foto - Thymonthy Becker
A MESMA PRAÇA JUCA MANECA, VISTA DE OUTRO ÂNGULO
foto - Thymonthy Becker
MAIS UMA IMAGEM DESTA BELÍSSIMA PRAÇA.
foto - Thymonthy Becker
A PRAÇA JUCA MANECA, COM AS DUAS PALMEIRAS REAL, COMO OS GUARDIÕES DA MESMA.
foto - Thymonthy Becker
ESTA EH DA PRAÇA DA PREFEITURA
foto - Thymonthy Becker


TAMBÉM DA PRAÇA DA PREFEITURA
foto - Thymonthy Becker
AQUI, A SEDE DA PREFEITURA, QUE ESTA EM REFORMA. FICA BEM EM FRENTE A IGREJA MATRIZ. ENTRE ELAS, ESTA A PRAÇA
foto - Thymonthy Becker
AQUI UMA IMAGEM MAIS PRÓXIMA
foto - Thymonthy Becker
MAIS UM BAIRRO DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker
UMA DAS RUAS CENTRAIS
foto - Thymonthy Becker
A ZONA RURAL DA CIDADE
copyrigth "aender'
População estimada 2016 (1) - 8.371
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 421,862
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 19,00
Código do Município 3146503
Gentílico - painense
ORIGEM DO NOME 
Bernardina Corrêa Pamplona (doadora do patrimônio de Iguatama) João Jose Corrêa Pamplona e outros deram origem à família Paim Pamplona. Era costume de se falar na época: ″vamos à fazenda dos Paim″, onde originou-se o nome do município.
Gentílico: painense
Histórico
Pains
Minas Gerais
HISTÓRICO
A história de Pains remonta aos anos de 1721-1725, quando Bartolomeu Bueno da Silva descobre os ″fortunados mananciais″ do Rio Vermelho, à altura das nascentes do Rio Araguaia, Goiás. Nesta época começou a marcha de mineiros e paulistas para o Oeste, passando por território na província de Minas que mais tarde seriam povoados, entre eles: Pains.


Em 1767 o governo assinou 20 cartas de sesmarias para a província de Minas. Entre os sesmeiros, parentes de Inácio Corrêa Pamplona (encarregado de perseguir e dizimar os índios e ″calhambolas″ nesta região) vieram estabelecer-se nas matas do Rio São Francisco, como seu filho Padre Inácio Pamplona Corte Real, Bernardina Corrêa Pamplona (doadora do patrimônio de Iguatama) João Jose Corrêa Pamplona e outros que deram origem à família Paim Pamplona. Do costume de se falar: ″vamos à fazenda dos Paim″, originou-se o nome do município.




Em 1830, na vizinhança dos Paim Pamplona, o Capitão Manoel Gonçalves de Melo, com sua família, também adquiriu uma fazenda, a da Cachoeira. Tempos depois o Capitão doou um terreno no centro da mata de Pains para construção de uma igreja em honra a Nossa Senhora do Carmo. Esta doação juntou-se a outra, anteriormente feita por Manuel Antonio de Araújo (na fazenda dos Araújos, nasceu Ana Jacinta de São José, a famosa Dona Bêja) perfazendo quatro alqueires para a base de um povoado, ao redor da referida igreja. Em 1884 a igreja de Nossa Senhora do Carmo, hoje igreja do Rosário, ficou pronta.


Em 31 de dezembro de 1943, pelo decreto-lei número 1.058, foi obtida a emancipação política, com a elevação de Pains à categoria de município, desmembrando-se do município de Formiga, no qual incluía-se o Distrito de Pimenta, hoje também emancipado.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE PAINS, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE PAINS, MINAS GERAIS 
AGRADECENDO SUA VISITA, ESPERO QUE SEMPRE VOLTE.
foto - Thymonthy Becker
ATÉ UM DIA QUALQUER

As fotos de minha propriedade foram tiradas em Julho de 2011




Fonte / Fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Wikipédia / Portal do Governo de Pais /

 A GENTE SE ENCONTRA EM UMA CIDADE DE MINAS