NANANDO, O TUBARÃO SALVA VIDAS


ERA UMA VEZ UM TUBARÃO, QUE SE CHAMAVA NANANDO.
VIVIA PERTO DA PRAIA, NA ÁGUA MORNA DO OCEANO.

NANANDO ERA DIFERENTE, DOS OUTROS PEIXES DO MAR.
QUERIA SER SALVA-VIDAS, AS CRIANÇAS AJUDAR.

QUANDO ALGUÉM NO MAR GRITAVA, QUE ESTIVESSE A AFOGAR.
NANANDO VINHA DEPRESSA, PRA SUA AJUDA PRESTAR.

MAS AS PESSOAS PENSAVAM QUE ELE QUISESSE ATACAR.
TENTAVAM PEGAR NANANDO, QUERIAM-NO APRISIONAR.

NANANDO ENTÃO FUGIA, PARA O FUNDO DO MAR.
SEM NUNCA TER CONSEGUIDO, UMA PESSOA SALVAR.

EM DETERMINADO DIA, NUMA TARDE DE VERÃO.
NA PRAIA ESTAVA A FAMÍLIA, BEM LONGE DA MULTIDÃO.

DOIS MENINOS BRINCAVAM, NAS ONDAS MORNAS DO MAR.
ENQUANTO SEUS PAIS FICAVAM, NA AREIA A DESCANSAR.

FOI QUANDO UM DOS MENINOS, FORTE ONDA O MAR LEVOU.
GRITOU POR SOCORRO, NINGUÉM, PORÉM, ESCUTOU.

MAS O TUBARÃO NANANDO, QUE IA POR ALI PASSANDO.
OUVIU O MENINO GRITAR, EM DISPARADA, FOI NADANDO.

_ OI MENINO! SOU NANANDO. ESTOU AQUI PRA SALVÁ-LO.
NÃO É PRECISO TER MEDO, QUE NÃO VOU MACHUCÁ-LO.

NANANDO, ENTÃO, LEVOU EM CIMA DE SI A CRIANÇA.
ATÉ A BEIRA DA PRAIA, DEIXANDO-A EM SEGURANÇA.

OS PAIS DAQUELE MENINO, VENDO AQUILO ACONTECER.
ACERCARAM-SE DE NANANDO, QUERIAM LHE AGRADECER.

A PARTIR DAQUELE DIA, NINGUÉM MAIS SE ASSUSTAVA.
ESTANDO ALGUÉM AFOGANDO, NANANDO CERTO, O SALVAVA.

NANANDO FICOU AMIGO, DE TODOS DAQUELE LUGAR.
TODA CRIANÇA QUERIA, SÓ COM NANANDO BRINCAR.

O CHEFE DOS SALVA-VIDAS, É QUE É, AGORA, O NANANDO.
O QUE SEMPRE QUIS NA VIDA, ALGUÉM ESTAR AJUDANDO.

NANANDO AGORA É FELIZ, SEU SONHO REALIZOU.
NO MAIOR DOS SALVA-VIDAS, FOI QUE ELE SE TORNOU.

Comentários