Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 10, 2009

CORRENDO DE SUNGA A NOITE

Estava numa rua, onde a Iara estava sentada no chão e ficando cada vez mais redonda, de gorda. Eu olhei e vi que ela estava colocando pedaços de frango (peito, coxa, sobre e etc.) dentro da roupa. Eram muitos pedaços. Ela já estava parecendo alguém que tinha uns 200 quilos. Nisto ela me chamou para ir ao outro lado da rua, para tirar os pedaços de frango que havia colocado. Eu disse que não iria de jeito nenhum. Fui descendo a rua da casa do Sr. Ary, ali perto da casa dele. Era noite, e eu estava só de sunga, e vinha correndo. Eu passei por um homem e gritei que eu não iria parar. Ele então disse que não iria adiantar, porque não tinha energia na rua. Eu continuei gritando que não pararia, passei pelo segundinho e entrei na casa do Sr. Ary.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

SEM FORÇAS PARA NADAR

Eu estava na beira de um dique. Havia mais duas pessoas comigo, que não sei quem eram. Eu tinha que pular lá dentro, para tirar uma viga de concreto que estava caída no meio dele. Eu pulei, mas não tinha forças para nadar. Por mais que eu tentasse, eu não conseguia nadar. Nisto pensei então que era melhor morrer, porque eu não ia conseguir mesmo. Então comecei a afundar, lentamente.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------