Pular para o conteúdo principal

A MAIS ANTIGA CIDADE DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, "VILA VELHA" TEM PRAIAS MAGNÍFICAS







BEM VINDO A CIDADE DE VILA VELHA. A MAIS ANTIGA DO ESPÍRITO SANTO.
imagem - ?
VILA VELHA TEM 414.586 HABITANTES - IBGE 2010 -
QUEM NASCE EM VILA VELHA EH: VILA VELHENSE
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 23 DE MAIO E FOI FUNDADA EM 1.535
ORIGEM DO NOME
Seu nome deve-se ao apelido dado pela população quando a sede da capitania foi transferida para a Ilha de Vitória (1549/ 1550) 
HISTÓRIA
O território hoje pertencente ao município era habitado por Goitacás e Tupiniquins. Sua história remonta ao segundo quartel do século XVI, quando Fernandes Coutinho recebeu, em 1534, no seu solar em Alenquer, carta régia que o tornava donatário de uma das capitanias de terra brasileira.
Embarcou na caravela "Glória", com cerca de sessenta lusitanos intrépidos, tendo por companheiros os fidalgos Simão de Castelo Branco e Jorge de Menezes.
A 23-05-1535, a nau penetrou no que julgava Vasco Coutinho ser a foz de grande rio. Realizadas as necessárias averiguações, atravessaram a barra, ancorando numa enseada entre o morro Moreno ou João Moreno e a Ponta do Tubarão ou Piraém, no local posteriormente conhecido como Prainha de Vila Velha. Deram à terra a denominação de Espírito Santo, em vista de celebrar-se, naquela data, a festa de Pentecostes.
A capitania do Espírito Santo, e foi sede da capitania até 1549, quando esta foi transferida para Vitória e o município passou a ter o nome atual. 
AQUI UM CASTELO DE AREIA NA PRAIA DA COSTA
imagem - EB Franca
PRAIA DA COSTA
imagem - Wikipédia
imagem - EB Franca
imagem - EB Franca
PRAIA DE ITAPOÃ
imagem - Eupídio Justino de Andrade
imagem - Starman 79
imagem - ?
PRAIA DE ITAPARICA
imagem - ?
PARQUE DA PRAINHA
Local com muita história, cercado por árvores e mar. Foi na praia que margeia o parque que no dia 23 de maio de 1535 ancorou a caravela Glória. Nela estavam o donatário da então Capitania do Espírito Santo, Vasco Fernandes Coutinho, e outros 60 homens que ali fundaram a Vila do Espírito Santo. Começou, assim, a história do Estado. Hoje, o parque conta com uma vista espetacular para a baía de Vitória e possui extenso gramado que abriga alguns dos principais eventos da cidade, como o Festival do Chocolate, a Festa da Cidade, Feira da Terra e Festa da Penha. No seu entorno estão construções históricas como o Convento da Penha, a Igreja do Rosário e o Forte São Francisco Xavier da Barra, formando o conjunto do Sítio Histórico da Prainha, onde também se encontra a Praça Almirante Tamandaré, um belo espaço contemplativo.
imagem -  Massad
imagem - PMVV
imagem - RN Latvian 31
imagem - RN Latvian 31
imagem - RN Latvian 31
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE VILA VELHA
imagem - Wikipédia
imagem - Wikipédia
imagem - ?
imagem - RN Latvian 31
imagem - ?
imagem - Leandro A. Lluciano
imagem - Eupídio Justino de Andrade
imagem - RN Latvian 31
imagem - RN Latvian 31
imagem - ?
CONVENTO DA PENHA
Principal monumento religioso do Estado, o Convento da Penha começou sua história em 1562, com Frei Pedro Palácios, quando foi construída uma capela dedicada a São Francisco. No cume do morro, posteriormente, foi erguida a Capela das Palmeiras, depois que, segundo a lenda, um quadro com a imagem de Nossa Senhora das Alegrias, trazido por ele de Portugal em 1558, sumiu diversas vezes de uma gruta e só era encontrada no alto do morro - onde hoje está o convento. O quadro com a imagem de Nossa Senhora da Penha chegou em 1569. A pequena capela teve sua primeira modificação concluída em 1660, quando passa a ser conhecida como convento. Em 1750 foi iniciada sua ampliação, resultando em uma das mais belas construções do Brasil Colonial. É possível subir o morro, que tem 154 metros de altitude, de carro, ou andando pela ladeira da penitência, antigo caminho aberto pelos índios. O Convento da Penha foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1943.
imagem - Wikipédia
INTERIOR DO CONVENTO DA PENHA
imagem - PMVV
TORRE DO CONVENTO DA PENHA
imagem - PMVV
imagem - PMVV
RUÍNAS NO CONVENTO DA PENHA
imagem - Deanne F.
CAPELA NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES
A capela foi construída no topo de um morro em frente à Praia da Baleia, na Ponta da Fruta. De acordo com historiadores, a igreja, erguida na década de 1940, seria o resultado do pagamento de uma promessa de um imigrante italiano que se refugiou na região de Ponta da Fruta.
imagem - PMVV
imagem - PMVV
FAROL DE SANTA LUZIA
Inaugurado em 1871, o farol possui 17 metros de altura e está localizado em um terreno rochoso de encosta e íngreme, na ponta de Santa Luzia. A iluminação, que inicialmente era feita a querosene, hoje conta com lâmpadas de 3.000 watts, com alcance de 32 milhas marítimas e sistema elétrico produzido na França. Ainda em funcionamento, o equipamento é um dos responsáveis pela orientação da navegação na região, que envolve o tráfego de grandes navios nos portos de Vila Velha, Tubarão e Vitória. Pertence à Capitania dos Portos do Espírito Santo e constitui uma área de segurança. O local encontra-se temporariamente fechado para visitação.
imagem - PMVV
imagem - PMVV
imagem - PMVV
IGREJA NOSSA SENHORA DA GLÓRIA
A edificação foi erguida entre 1900 e 1913 na Barra do Jucu utilizando alvenaria de pedra e cobertura de telhas com forro de madeira, recentemente substituída por PVC, além de piso de ladrilho cerâmico. Depois de visitar a igreja aproveite para conhecer a antiga Ponte da Madalena, construída em 1896, que liga o bairro à reserva de Jacarenema.
imagem - PMVV
imagem - PMVV
MORRO DO CONVENTO E BATALHÃO
imagem - C. Mariano
imagem - RN Latvian 31
IGREJA DO ROSÁRIO
É a igreja mais antiga do Estado e, talvez, do Brasil. Sua construção começou em 1535, pelo donatário da Capitania do Espírito Santo, Vasco Fernandes Coutinho. Com a ajuda do jesuíta Afonso Brás e do irmão leigo Simão Gonçalves, a igreja, que possui pisos de ladrilhos hidráulicos e aspectos barrocos (adquiridos no século XVIII), recebeu o acréscimo de uma nave maior, construída em pedra, hoje com três altares. Em 1751 o templo ganhou em seu altar-mor uma Pedra D´Ara, com relíquias (como os fragmentos de ossos) dos mártires São Colombo e São Liberato, conforme Diploma do Vaticano autenticado. Em 1950 foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
imagem - PMVV
imagem - PMVV
ESTACIONAMENTO NO CONVENTO
imagem, - Massad
ENTORNO
imagem - RN Latvian 31
PONTE QUE LIGA VILA VELHA A VITÓRIA
imagem - Massad
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO



VALEU SEMPRE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CORRENDO VELOZMENTE DO BICHO ESTRANHO

Estava numa estrada comprida e reta, cercada de mato em ambos os lados. Nisto veio um bicho em alta velocidade. Alguém gritou para sair da frente, porque o bicho era muito feroz. Então dei um pulo e ele passou rapidamente. Sai correndo atrás do bicho, tão rápido quanto ele ia. Depois o bicho mudou de direção, vindo correndo atrás de mim. Sai correndo velozmente, mas o bicho estava me alcançando. Então pensei que era só voar que ele não me pegaria. Dei um grande salto e sai voando. Nisto vi o bicho passando logo abaixo de mim. Via só a poeira que ele fazia. O bicho mesmo não via. Fiquei pensando que ainda bem que o tal bicho não voava, senão estaria perdido.

ZIQUINHO, O POLVINHO DIFERENTE

NO FUNDO DE UM MAR BRAVIO, NO PORÃO DE UM NAVIO, QUE NAUFRAGOU POR LÁ.
DONA POLVA ESTÁ CONTENTE, SEU MARIDO IMPACIENTE, POIS SEUS FILHOS VÃO CHEGAR.

NAQUELE MESMO DIA, DURANTE UMA CALMARIA, DE UMA TARDE DE VERÃO.
NASCERAM OS POLVINHOS, QUE CHEGARAM DE MANSINHO, PARA ORGULHO DO PAIZÃO.

NASCERAM OS POLVINHOS, QUASE TODOS IGUAISZINHOS, SE NÃO FOSSE UM DOS IRMÃOS.
ENQUANTO SETE DOS POLVINHOS ERAM TODOS IGUAISZINHOS, UM SÓ ERAM BRANCÃO.

POR SER TÃO DIFERENTE, DERAM-LHE O NOME DE GENTE, ÀQUELE POLVINHO ENGRAÇADO.
POR SER TÃO BRANQUINHO, E BASTANTE MIUDINHO, DE ZIQUINHO FOI CHAMADO.

ENQUANTO TODA TURMINHA, VINHA PELA TARDINHA, E NO NAVIO BRINCAVA.
ZIQUINHO TRISTE SENTADO, SENTINDO-SE REJEITADO, NÃO SE CONFORMAVA.

MAS O SÁBIO PROFESSOR, QUE ENTENDIA TUDO DE COR, ERA UM GRANDE TUBARÃO.
PROCUROU POR ZIQUINHO, E LHE DISSE BEM BAIXINHO, TER ENCONTRADO A SOLUÇÃO.

“ZIQUINHO VOU LHE DIZER TUDO QUE TENS A FAZER, PARA PRETINHO FICAR”
“TOME CUIDADO COM A ARRAIA, NADE ATÉ UMA PRAIA E DEIXE O SOL TE QUE…

VIÇOSA / MG - CIDADE UNIVERSITÁRIA E JOVEM

SEJA BEM VINDO A CIDADE DE VIÇOSA. UMA CIDADE JOVEM E CULTA
foto - ?
VIÇOSA TEM UMA POPULAÇÃO É DE 72.244 HABITANTES, ALÉM DE UMA POPULAÇÃO FLUTUANTE DE APROXIMADAMENTE 20.000 PESSOAS, COMPOSTA PRINCIPALMENTE DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA E OUTRAS INSTITUIÇÕES. QUEM NASCE EM VIÇOSA EH: VIÇOSENSE HISTÓRIA
TRATA-SE DE UMA CIDADE ESSENCIALMENTE UNIVERSITÁRIA, COM DESTAQUE PARA A UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA, CONTA AINDA COM OUTRAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR PRIVADAS COMO ESUV, FDV, UNIVIÇOSA, UNOPAR, ACENTUANDO AINDA MAIS O CARÁTER EDUCACIONAL DA CIDADE. A HISTÓRIA DE VIÇOSA SE INICIA, PROPRIAMENTE, NO SÉCULO XIX. FOI EM 1800, SEGUNDO APONTAMENTOS ECLESIÁSTICOS QUE O PADRE FRANCISCO JOSÉ DA SILVA OBTEVE DO BISPADO DE MARIANA PERMISSÃO PARA ERIGIR UMA ERMIDA EM HOMENAGEM A SANTA RITA DE CÁSSIA, NA REGIÃO QUE HOJE ABRANGE O MUNICÍPIO. A CONSTRUÇÃO DA ERMIDA E A FERTILIDADE DAS TERRAS ATRAÍRAM HABITANTES DE MUNICÍPIOS VIZINHOS, PRINCIPALMENTE DE MARIANA, O…